Terça-feira, Janeiro 21, 2020
Tags Post com a tag "ACISO"

ACISO

0

“O ano de 2017 foi excecional para Fátima, pela via do Centenário das Aparições e a visita do Papa Francisco. Provavelmente ultrapassamos os 8 milhões de peregrinos em Fátima. Além disso também podemos pensar que teremos ultrapassado 1,100 milhões de dormidas em Fátima”, foi assim que o presidente da ACISO – Associação Empresarial Ourém-Fátima, Domingos Neves, iniciou esta quarta-feira, 10 de janeiro, a conferência de Imprensa sobre os resultados e ações de 2017 e ainda as novidades para 2018.

O mesmo responsável sublinhou ainda o facto de “Fátima ser uma marca mundialmente conhecida”, congratulando os “hoteleiros da região que foram capazes de requalificar as suas unidades para responder às exigências dos peregrinos. Fátima conta atualmente com 12 unidades hoteleiras de quatro estrelas”.

Segundo o vice-presidente da ACISO, Alexandre Marto, e de acordo com os dados publicados mensalmente pelo Travel BI do Turismo de Portugal, “se a nossa estimativa estiver correta significa que Fátima em 2017 atingirá 775 mil noites de estrangeiros, 242 mil noites nacionais, colocando o peso nacional nos 25% e algumas nacionalidades como a Polónia e a Itália acima, pela primeira vez, das 100 mil noites observadas em Fátima”, acrescentando que também pela primeira vez “a taxa de ocupação alcançará os 40%, sendo que em 2016 foi de 30%”.

O que traz 2018

No encontro, onde marcaram ainda presença, a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, o presidente da Câmara Municipal de Ourém, Luís Albuquerque, o presidente das ARPT/ERT do Centro de Portugal, Pedro Machado e Jorge Brandão da CCDR Centro, foram divulgadas algumas iniciativas para 2018, como a realização do VI Workshop Internacional de Turismo Religioso que este ano se desenrola em Fátima e Guarda, entre 22 e 24 de fevereiro, com uma novidade incluída: o Turismo da Herança Judaica.

Para já e segundo a ACISO, o evento deverá contar com 700 participantes, 150 hosted buyers, 150 suppliers e 40 expositores. Todos os buyers serão convidados a fazer um tour pelas regiões do Centro, Alentejo e Porto e norte e a visitarem a BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa.

Na calha estão ainda projetos como os Caminhos de Fátima que envolvem a participação de vários municípios e a Rota das Carmelitas (que liga Coimbra a Fátima pelo interior e que em maio deverá estar concluída).

Também Ana Mendes Godinho se mostrou muito satisfeita com os resultados divulgados, reforçando que a “aposta no Turismo Religioso tem sido um trabalho conjunto, na última década” e sublinha que “Fátima foi palco da mensagem de paz pelo Papa Francisco ao mundo”.

A secretária de Estado do Turismo revelou ainda que em abril será lançada uma plataforma online dos Caminhos da Fé, que incluirão os Caminhos de Fátima, os Caminhos de Santiago, a Herança Judaica e os Altares Marianos em Portugal.

 

0

A ACISO – Associação Empresarial de Ourém Fátima faz um balanço positivo da missão empresarial realizada à Coreia do Sul, nos dias 7 e 8 de setembro.

“A viagem à Coreia do Sul decorreu bastante bem. A expectativa dos empresários portugueses foi claramente superada, uma vez que resultou em contactos profícuos com as empresas coreanas, que começaram logo a ser desenvolvidos durante o seminário”, sublinha Domingos Neves, presidente da ACISO, acrescentando: “Também obtivemos um retorno positivo da AICEP Coreia, que indicou que esta missão teve grande afluência ao seminário, tendo sido, até à data, a que contou com maior número de participantes.”

O mesmo responsável reforçou ainda que “devido ao sucesso desta iniciativa e ao interesse geral do mercado coreano por Portugal, pela sua história, gastronomia e riqueza cultural, e, claro, por Fátima, foi de imediato lançada a hipótese de realização de uma nova ação de promoção, através da qual se prevê convidar os operadores turísticos coreanos a visitar Fátima no início do próximo ano. Os operadores ficaram muito entusiasmados com esta hipótese.”

Recorde-se que a missão empresarial da ACISO à Coreia do Sul contou com a participação de 12 empresas portuguesas e 14 empresas coreanas, tendo sido realizadas 86 reuniões B2B. O seminário contou com 77 participantes. Uma missão que contou o apoio da AICEP, do Turismo de Portugal e da Agência Regional de Promoção Turística do Centro.

0

A ACISO – Associação Empresarial de Ourém Fátima já está na Coreia do Sul numa missão empresarial, que conta com a participação de 13 portuguesas e que irá decorrer, amanhã e sexta-feira, 7 e 8 de setembro.

“Apesar da tensão que se vive na região, a ACISO manteve a decisão de levar a cabo esta missão. Perante os últimos desenvolvimentos verificados na Península da Coreia faz ainda mais sentido esta iniciativa, uma vez que a mensagem de Fátima assenta em valores ecuménicos da paz”, adianta Domingos Neves, presidente da ACISO.

Esta missão, organizada com o apoio da AICEP, do Turismo de Portugal e da Agência Regional de Promoção Turística Centro, inclui a realização de um Workshop destinado a profissionais do setor do Turismo, membros da Igreja e organizadores de viagens de peregrinação, no qual as empresas do concelho de Ourém terão a oportunidade de contactar com mais de 80 operadores turísticos e agentes do setor.

A ACISO irá ainda promover Fátima num seminário que contará com as presenças da Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho; Pedro Machado, presidente da ARPT Centro e Domingos Neves, presidente da ACISO; bem como alguns oradores coreanos que irão partilhar a sua experiência junto do mercado português.

Durante o seminário será também apresentado, pela primeira vez, um filme em realidade virtual 360º sobre Fátima e alguns dos momentos mais emblemáticos, nomeadamente a Procissão de Velas e a Procissão do Adeus. O visionamento local conta com o apoio da Samsung, que disponibilizará óculos realidade virtual e smartphones.

A ACISO irá ainda lançar o Diretório de Turismo Religioso do Centro de Portugal, em formato digital, produzido pela ACISO, com o apoio do Turismo do Centro de Portugal. “Este diretório não pretende ser um levantamento do património religioso, nem um guia turístico, mas um levantamento de empresas que operam na área – é, portanto, um diretório empresarial para distribuição junto de operadores especializados”, explica Domingos Neves.

0

A ACISO – Associação Empresarial de Ourém Fátima organiza uma missão empresarial à Coreia do Sul nos próximos dias 7 e 8 de setembro, com a participação de 13 empresas portuguesas. Uma missão que conta com o apoio da AICEP, do Turismo de Portugal e da Agência Regional de Promoção Turística Centro, e que inclui a realização de um workshop destinado a profissionais do setor do Turismo, membros da Igreja e organizadores de viagens de peregrinação, no qual as empresas do concelho de Ourém irão ter a oportunidade de contactar com operadores turísticos e agentes do setor. A ACISO já tem a confirmação da participação de 85 coreanos no workshop.

Domingos Neves, presidente da Associação, refere que “a promoção de Portugal enquanto destino de turismo religioso e a região de Fátima em particular, junto dos vários mercados internacionais, é uma das prioridades da ACISO e uma das apostas para este ano. Neste sentido, iremos estar na Coreia do Sul na próxima semana, uma vez que este é o terceiro mercado internacional de Fátima (dados do INE de 2015), ultrapassando as 40 mil noites. Para este ano, estimamos que este mercado represente 60 mil noites”.

A ACISO irá ainda promover Fátima num seminário que contará com as presenças da Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho; Pedro Machado, presidente da ARPT Centro e Domingos Neves, presidente da ACISO; bem como alguns oradores coreanos que irão partilhar a sua experiência junto do mercado português.

Durante o seminário será também apresentado, pela primeira vez, um filme em realidade virtual 360º sobre Fátima e alguns dos momentos mais emblemáticos, nomeadamente a Procissão de Velas e a Procissão do Adeus. O visionamento local conta com o apoio da Samsung, que disponibilizará óculos realidade virtual e smartphones.

A ACISO irá ainda lançar o Diretório de Turismo Religioso do Centro de Portugal, em formato digital, produzido pela ACISO, com o apoio do Turismo do Centro de Portugal.

“Este diretório não pretende ser um levantamento do património religioso, nem um guia turístico, mas um levantamento de empresas que operam na área – é, portanto, um diretório empresarial para distribuição junto de operadores especializados”, explica Domingos Neves.

0

A BTL – Feira Internacional de Turismo e a ACISO voltam a unir esforços para potenciar a promoção do Turismo Religioso junto dos mercados internacionais.

A BTL e a ACISO firmaram nova parceria no âmbito da realização do IV Workshop Internacional de Turismo Religioso, que vai decorrer em Fátima no dia 26 de Fevereiro. Através deste protocolo, os compradores internacionais de ambos os eventos terão acesso um programa de reuniões e pós tours focado no Turismo Religioso.

Fátima Vila Maior, diretora de área de feiras da FIL responsável pela BTL, explica que “esta parceria insere-se no foco da BTL nos produtos turísticos junto dos buyers. O turismo religioso é, de facto, um produto estratégico para alguns mercados estrangeiros e por isso faz todo o sentido esta promoção especializada”.

“Este protocolo é uma mais-valia para ambas as entidades. A BTL terá, com certeza, bastante interesse para os compradores internacionais que participam no workshop em Fátima e que poderão prolongar a sua visita em Portugal. Por outro lado, os compradores estrangeiros que visitam a Feira também poderão antecipar a sua viagem e participar no workshop promovido pela ACISO e visitarem Fátima”, conclui a responsável.

Alexandre Marto, vice-presidente da ACISO, acrescenta que “o Workshop Internacional de Turismo Religioso realiza-se em Fátima pelo quarto ano e prevemos reunir cerca de 100 buyers internacionais. Além dos tradicionais mercados europeus e brasileiro queremos reforçar os mercados asiáticos e América Latina. Contamos pela primeira vez com representantes do mercado africano”.

Esta parceria inclui também a integração da ACISO na Comissão de hosted buyers da BTL.