Segunda-feira, Dezembro 11, 2017
Tags Post com a tag "Aviação"

Aviação

0

A nova companhia da Air France, Joon, aterrou a 1 de dezembro, no aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, proveniente de Paris Charles de Gaulle. O primeiro de 28 voos semanais entre as duas capitais. Mas não é tudo, a companhia também já aterrou no Porto, onde também ali terá três voos semanais para Paris.

Para comemorar a efeméride, a Joon está a lançar uma promoção com tarifas desde 39€ (ida simples e todas as taxas incluídas), para reservas até esta quarta-feira, 6 de dezembro, e viagens entre 25 de março e 24 de junho de 2018 (excepto no período entre 7 e 13 de maio).

“A Joon, a irmã mais nova da Air France e um novo modelo de companhia aérea, representa uma nova geração de viagem para todos os clientes do Grupo. Com as 2 rotas em Lisboa e no Porto, o Grupo investe no mercado português aumentando por exemplo em 12% a oferta em Lisboa, ao mesmo tempo que proporciona aos viajantes portugueses a possibilidade de aceder aos 328 destinos em 118 países da Air France-KLM e aos viajantes de todo o mundo descobrir um país fantástico”, afirmou Boris Darceaux, diretor-geral da Air France-KLM para Espanha e Portugal.

Joon revela 7 novos destinos

A Joon acaba de anunciar 7 novos destinos médio e longo-curso com partida de Paris-CDG, com início na primavera (a partir de 25 de março e 1 e 2 de abril de 2018, nos últimos dois casos para Cidade do Cabo e Teerão, respetivamente): no médio-curso, Roma (49 voos/semana; de Lisboa desde 73€* por trajeto), Nápoles (14; 83€* por trajeto), Oslo (18; 74€* por trajeto) e Istambul (7; 91€* por trajeto); no longo-curso, Cairo (7 voos/semana; 344€ por trajeto), Cidade do Cabo (3; 657€* por trajeto) e Teerão (3; 296€* por trajeto).

Nos voos europeus com partida de Paris-CDG, A Joon vai operar os seus destinos de médio-curso com aeronaves Airbus A320 (174 lugares) e A321 (212 lugares) e com Airbus A340 no longo-curso. No total, a Joon arranca com 13 destinos e 228 voos por semana com partida de Paris-CDG no Verão 2018: Barcelona, Berlim, Istambul, Lisboa, Nápoles, Oslo, Porto e Roma na sua rede de médio-curso, bem como Fortaleza, Cairo, Cidade do Cabo, Mahé e Teerão na sua rede longo-curso.

 

0

As campanhas da TAP do programa Portugal Stopover e da Ponte Aérea foram premiadas na 13.ª cerimónia anual dos Prémios Eficácia, promovidos pela APAN – Associação Portuguesa de Anunciantes e escolhidos por um júri pluridisciplinar, que decorreu na Reitoria da Universidade Nova de Lisboa.

Esta é a primeira vez em 13 anos que a TAP é reconhecida nesta competição, sendo agora de realçar os quatro prémios numa só edição, dois Ouros e duas Pratas.

A campanha de lançamento do programa Portugal Stopover ganhou o Ouro nas categorias Internacionalização e Restantes Serviços e Administração Pública. Já a campanha Ponte Aérea Guerrilha venceu a Prata nas categorias Utilização Criativa de Meios e Restantes Serviços e Administração Pública. Ambas as campanhas foram desenvolvidas para a TAP Air Portugal pelas agências portuguesas UM, Reprise Media e Fullsix.

De acordo com a organização, os Prémios Eficácia “são os únicos galardões em Portugal que se centram nos resultados conseguidos graças à ação da comunicação, seja em notoriedade, em vendas, ou outro tipo de rentabilidade que responda a um objetivo previamente definido, e situam a eficácia como autêntico fim da atividade publicitária, o retorno do investimento realizado e o seu efeito acelerador de negócio da empresa anunciante.”

Recorde-se ainda que, recentemente, a campanha Ponte Aérea Guerrilha foi a grande vencedora dos Prémios SAPO na categoria Prémios de Meios no setor Turismo e Lazer, e que o programa Portugal Stopover venceu além-fronteiras – em Berlim, na Alemanha – nos Digital Communication Awards, na categoria de Lançamento de Produto.

Para Paula Canada, diretora de Marketing da companhia, “este é mais um reconhecimento do trabalho que tem sido desenvolvido pela TAP para criar novos produtos e comunicá-los da forma mais eficaz e criativa aos nossos clientes. O Portugal Stopover – que permite aos passageiros de passagem por Portugal ficar até 5 noites no nosso país sem custos adicionais no bilhete – e a Ponte Aérea – que oferece em média 18 voos por dia entre Lisboa e o Porto – são dois dos produtos-estrela da Companhia e orgulha-nos muito receber estes prémios.”

 

0

A ATR acaba de anunciar que a partir do próximo dia 1 de dezembro terá uma nova representada, a Air Baltic. A partir de 27 de março, a Air Baltic adicionará Lisboa à sua operação direta, a partir de Riga. A companhia disponibilizará 2 voos semanais às terças e sextas-feiras. Em menos de 5 horas, terá a possibilidade de visitar a capital mais cosmopolita dos Países Bálticos e um país que ainda está em busca de um posicionamento definido, como destino turístico.

A companhia fundada em 1995, estabeleceu a sua sede no Aeroporto Internacional de Riga, o aeroporto da capital da Letónia. É o maior aeroporto dos Países Bálticos, foi construído em 1973 e destaca-se pelo seu design prático e compacto, permitindo que as ligações aos voos seguintes sejam fáceis e rápidas.

Em 2016, a Air Baltic transportou mais de 2.9 milhões de passageiros na sua frota moderna constituída pelos Boeing 737-500 (120 lugares), Boeing 737-300 (146 lugares), o Bombardier Q400 Next Gen (76 lugares) e os novos Bombardier CS300 (145 lugares).

Com mais de 20 parceiros code-share, a Air Baltic permite que os seus passageiros viajem para a maior parte dos destinos no Mundo.

Presentemente, oferece voos diretos para 59 destinos a partir de Riga, 6 destinos a partir de Vilnius e 6 destinos a partir de Tallinn. Os destinos que merecem destaque para o mercado português, para além de Riga, são Tallinn, Vilnius, Helsinki, Tampere e Turku.

0

Começou nos Estados Unidos da América para assinalar o início oficial da temporada de compras de Natal, a 24 de novembro, mas atualmente a Black Friday realiza-se em todo o mundo e Portugal não é exceção. A acompanhar as tendências, muitas empresas no setor do Turismo lançaram também elas diversas promoções para esta sexta-feira. Desde as agências de viagens, passando pelas companhias de aviação até à hotelaria, muitas são as oportunidades, que aqui lhe deixamos de seguida.

AGÊNCIAS DE VIAGENS

Abreu online com “Melhores Destinos a Preços Black Friday”

“Melhores Destinos a Preços Black Friday” é o mote para a nova edição da campanha da Abreu online, cujo período de venda decorre até domingo, 26 de novembro.

Para as agências em Portugal a oferta em vigor irá prever produto nacional de Norte a Sul e Ilhas; bem como produto internacional tanto para a Europa – com as cidades tradicionais de Paris, Madrid, Amesterdão, Roma, entre outras -; como para Marraquexe, Istambul, Banguecoque, Nova Iorque e Rio de Janeiro.

Em Portugal o produto surge desde os € 26 tendo como destino o Algarve, e no plano internacional desde os € 47 para Roma.

Estas ofertas, que estão disponíveis exclusivamente de 24 a 26 de novembro, apresentam validade para estadias entre dezembro e janeiro, com exceção para o período de Natal e Réveillon. Disponibilidades e reservas em abreuonline.com.

eDreams com grandes descontos em viagens

A eDreams, a maior agência de viagens online da Europa, vai aderir ao Black Friday e dar início à temporada das promoções em época natalícia, oferecendo descontos em viagens, voos, estadias e em pacotes voo + hotel, num total de 40 mil destinos e 450 companhias aéreas disponíveis.

Durante o Black Friday do ano passado os portugueses elegeram as cidades de Paris (11%), Londres (8%) e o Porto (6%) como os destinos mais concorridos. Além destes, também Lisboa, Madrid e Barcelona fizeram parte das principais escolhas dos consumidores da eDreams em Portugal. O site da eDreams volta a oferecer grandes descontos em viagens e estadias na segunda-feira seguinte, dia 27 de novembro, por altura do Cyber Monday.

 AVIAÇÃO

TAP lança também Cyber Weekend

A TAP vai mais longe e não se limita a lançar uma Black Friday, anuncia também um Cyber weekend. A partir desta sexta-feira, dia 24, e até segunda-feira, dia 27, a companhia aérea portuguesa vai duplicar os descontos associados ao Miles&Go, o produto do programa de Fidelização Victoria que permite aos clientes descontar milhas para reduzir o valor pago pelas viagens. Também os clientes TAP que ainda não pertençam ao programa de Fidelização Victoria terão vantagens imediatas ao fazer o seu registo de adesão durante a Cyber Weekend, podendo de imediato usufruir dos descontos oferecidos.

Com o Miles&Go, o passageiro já usufruía de um conjunto de descontos efetivos no preço dos bilhetes, em troca de milhas acumuladas, mas durante este fim de semana – Cyber Weekend – pode beneficiar em dobro de todas as vantagens oferecidas.

Por apenas 200 milhas, o cliente Victoria usufrui de um desconto de 20€ numa viagem de ida e volta ao seu destino de eleição. Se utilizar um só percurso, por 100 milhas terá um desconto de 10€ euros. A mesma fórmula aplica-se aos clientes que viajam em família e, assim, poderão multiplicar o número de milhas a utilizar, usufruindo do desconto correspondente por passagem adquirida.

Para além dos descontos imediatos nas viagens, resultantes da troca de milhas, um conjunto de facilidades de adesão ao programa é ainda disponibilizado. Aos clientes que ainda não tenham crédito suficiente, a TAP permite o adiantamento das milhas que serão acumuladas na viagem que for reservada, sendo o saldo de milhas acertado após a realização da viagem.

A opção de descontos Miles&GO está disponível exclusivamente na compra de bilhetes online, através do site www.flytap.com, para os Clientes Victoria com registo ativo no momento da reserva de voos para toda a rede de destinos operados pela TAP.

Air France e KLM propõem descontos até 40%

A Air France e a KLM em Portugal juntam-se, novamente em 2017, às jornadas de ciber-vendas Black Friday, propondo descontos até 40% em viagens para 40 destinos da sua rede de longo-curso. As ofertas podem ser fruídas de sexta-feira, 24, a segunda, 27 de novembro de 2017. Durante estes dias, os passageiros vão encontrar preços de voos para destinos intercontinentais com descontos até 40% face ao seu preço habitual.

A partir das 24h00 desta sexta, 24 de novembro, ambas as companhias dão a conhecer as suas ofertas, disponíveis via respetivos websites, redes sociais, dispositivos móveis e agências de viagens para destinos em destaque na América Latina, Asia, África ou América do Norte. Mais informações em www.airfrance.pt ou www.klm.pt.

HOTELARIA

SHotels lança Black Week: Porto ou Tróia?

A SHotels alarga as super campanhas ao setor hoteleiro: a Black Week oferece 20% de desconto em reservas de alojamento sobre tarifas não reembolsáveis nas unidades do Grupo na cidade do Porto ou na Península de Tróia. Entre 24 de novembro e 1 de dezembro de 2017, as reservas confirmadas para estadias até 28 de março de 2018 (exceto de 29 a 31 de dezembro) usufruem de descontos exclusivos no site www.shotels.pt.

A Black Week é válida para estadias na cidade do Porto – nas unidades Porto Palácio Hotel, The Artist Porto Hotel & Bistrô e The House Porto Ribeira Hotel – e na Península de Tróia – hotéis Aqualuz Tróia e Tróia Residence, mediante disponibilidade de cada hotel.

Skyna Hotel Lisboa com desconto de 20%

O Skyna Hotel Lisboa oferece desconto de 20% BAR (Best Available Rate) nas reservas efetuadas através do site do hotel durante o dia 24 de novembro. Para aderir à campanha, basta aceder ao site do Skyna Hotel Lisboa e, aquando da reserva, enviar o código promocional: SkynaBlackFriday.

A quem aderir à campanha na próxima sexta-feira, poderá usufruir da sua estadia no hotel de 24 de novembro a 26 de dezembro, exceto de 6 a 8 de dezembro. As reservas podem ser efetuadas através do telefone 212 484 900 ou do e-mail reservas.lis@skynahotels.com.

Vila Galé terá promoções exclusivas

Haverá 20% de desconto para os clientes que reservem um mínimo de sete noites consecutivas com pequeno-almoço nos hotéis Vila Galé Náutico (Armação de Pêra), Vila Galé Tavira, Vila Galé Albacora (Tavira) e Vila Galé Santa Cruz (Madeira). O mesmo desconto será aplicado para estadias de pelo menos quatro noites seguidas com pequeno-almoço nos hotéis Vila Galé Collection Douro, Vila Galé Porto Ribeira, Vila Galé Coimbra, Vila Galé Ericeira, Vila Galé Évora e Vila Galé Clube de Campo (Beja).

Já os hóspedes que pretendam ter regime de meia-pensão nestas estadias beneficiarão de uma redução de 25%. No caso do Vila Galé Náutico e Vila Galé Santa Cruz, o desconto pode também ser utilizado no regime all inclusive.

Estes descontos aplicam-se a todas as tipologias de quarto e para qualquer época do ano, com exceção do período entre 11 e 18 de agosto nos hotéis Vila Galé Collection Douro, Vila Galé Clube de Campo, Vila Galé Náutico, Vila Galé Tavira e Vila Galé Albacora.

Para beneficiar desta campanha – apenas válida durante a Black Friday –, as reservas terão de ser feitas no dia 24 de novembro, através da central de reservas da Vila Galé, disponível pelo número (+351) 217 907 610, das 09h00 às 19h30. Ou através do website, entre as 00h00 e as 23h59 de 24 de novembro, com o código promocional Blackfriday.

Pestana com descontos que podem passar os 40%

O Pestana Hotel Group propõe antecipar a marcação de férias do próximo ano aos melhores preços na campanha que já arrancou e decorre até 27 de novembro, onde os descontos podem passar os 40%. Escolha a data, o país e hotel preferido do universo Pestana: Pestana Hotels & Resorts, Pestana Collection Hotels, Pousada de Portugal ou Pestana CR7 Lifetstyle Hotels e marque já um fim-de-semana prolongado ou uns dias de descanso a preços imbatíveis, com descontos entre os 20% e os 40%.

Na Europa, aproveite para conhecer a capital alemã e usufrua de um desconto de até 40% no Pestana Berlin Tiergarten. Se optar pela vizinha Espanha, encontra no Pestana Arena Barcelona a melhor opção, onde a poupança ultrapassa os 30%.

Já em Portugal, conte com reduções na ordem dos 20% em vinte e três Pousadas de Portugal, para uns dias de descanso sem esquecer a tradição e o melhor da gastronomia portuguesa.

No Algarve, o desconto é a partir de 20% para dois emblemáticos hotéis do grupo na região: no clássico Pestana Alvor Praia e no Pestana Alvor South Beach, inspirado no espírito de praia típico de Miami.

0

A easyJet lançou esta quarta-feira, 22 de novembro, os lugares de voos para a época de outono, para reservas de 3 de setembro a 24 de outubro de 2018 e Faro foi o campeão de vendas no primeiro dia de abertura, com a rota Londres Gatwick-Faro.
O Algarve continua a ser a escolha favorita de milhares de turistas em todo o mundo, em especial dos turistas ingleses, que ontem ajudaram a garantir o primeiro lugar de vendas na rota entre Londres Gatwick e o sul algarvio. Além disso, quatro rotas de/e para Faro ficaram no Top10 das rotas mais vendidas.

Desde ontem, os passageiros podem planear as próximas férias do outono ou viagens curtas, com tarifas que começam nos 20€ (tarifa por pessoa e somente de ida).
Com operação nos 4 principais aeroportos em Portugal, a easyJet convida os portugueses a congratularem o vizinho Faro e a prepararem as férias da Páscoa Lisboa, Porto, Algarve ou Madeira.

0

Decorre até esta quinta-feira, 23 de novembro, em Lisboa, o primeiro evento da IATA – Associação Internacional de Transporte Aéreo, dedicado à prevenção da fraude com meios de pagamento. Um evento em que a TAP acolhe líderes e representantes de companhias aéreas, agentes de viagens convencionais e online de todo o mundo, responsáveis de empresas de meios de pagamento como a VISA, Mastercard ou American Express, autoridades policiais e judiciais especializadas na prevenção e no combate à fraude de vários países e supranacionais, como a Europol e a Interpol, parceiros estratégicos e fornecedores de serviços da IATA.

Ao longo da agenda de trabalhos, serão discutidas as mais recentes tendências na fraude com meios de pagamento e analisada a forma como estão a ser prevenidas e combatidas, perspetivando as evoluções futuras nesta matéria.

O responsável pela área de prevenção da fraude da TAP, João Frias, sublinha a importância do encontro, considerando que “a realização deste evento em Lisboa, atraindo dezenas de especialistas mundiais da prevenção da fraude, é um marco importante para a TAP e para a cidade e vai com certeza contribuir para a partilha de conhecimentos relativos às melhores práticas nestas matérias”.

A sessão desta quarta-feira, 22 de novembro, decorre até às 17h30, no Hotel Myriad, no Parque das Nações e conta com a participação de vários intervenientes que irão discutir, entre outros assuntos, “Fraud Prevention: Challenges and Best Practices”, “Fraud Management – the good, the bad, the ugly”, “Cybercriminals love Remote Access: A Remote Access Live Hacking Demonstration”, “Legitimate or Fraudster Behavior: how machine learning efficiently prevents airline fraud?”.

0

“A easyJet obteve um desempenho sólido durante um ano difícil para o setor da aviação, tendo transportado um total recorde de 80 milhões de passageiros e conseguido a taxa de ocupação mais elevada de sempre de 92,6%, ao mesmo tempo que aumentou a capacidade em 8,5% e as receitas em mais de 8,1%, tendo atingido um total de mais de £5 mil milhões” referiu esta terça-feira, 21 de novembro, em comunicado Carolyn McCall, CEO da easyJet, em relação aos resultados do exercício que terminou a 30 de setembro deste ano.

“A abordagem que planeámos para obter posições número um e dois nos principais aeroportos da Europa, o serviço ao cliente agradável e eficiente e um enfoque contínuo no controlo sustentável dos custos colocou a easyJet em vantagem estratégica num período em que houve falências e algumas companhias aéreas tiveram dificuldades operacionais. O modelo da easyJet é resiliente e sustentável e contamos com uma enorme dinâmica positiva que permitirá que a companhia continue a crescer e a gerar lucros”, sublinha ainda a mesma responsável.

“O investimento contínuo da easyJet na inovação já revolucionou a oferta comercial da companhia e esperamos continuar a aproveitar a tecnologia para conseguir obter benefícios em matéria de fiabilidade e de custos, bem como entusiasmantes melhorias na experiência dos clientes que manterão a easyJet em posição de destaque na primeira linha do setor da aviação”, acrescenta ainda, realçando o facto deste “ser o meu último conjunto de resultados como CEO e gostaria de agradecer a todas as pessoas na easyJet que tanto contribuíram para a história de sucesso da companhia. Desejo a todas o melhor para o futuro.”

Carolyn McCall será substituída por de Johan Lundgren, que a 10 de novembro de 2017, foi nomeado pelo Conselho de Administração como novo CEO, iniciando funções a partir de 1 de dezembro,

Aquisição da Air Berlin 

De recordar que em outubro, a easyJet anunciou um acordo para adquirir parte das operações da Air Berlin no aeroporto de Berlim Tegel, por um valor de compra de €40 milhões, dependente das aprovações antimonopólio e regulamentares. No âmbito da aquisição, que deverá ser concluída em dezembro de 2017, a easyJet irá celebrar contratos de aluguer de até 25 aeronaves A320 e empregar 1000 antigos membros das tripulações da Air Berlin, bem como assumir outros ativos, entre os quais as faixas horárias. O valor da aquisição não inclui potenciais custos de arranque e de transição. Tendo em conta a base já existente no aeroporto de Berlim Schönefeld, esta operação fará da easyJet a companhia aérea de pequeno curso líder em Berlim.

Em comunicado, a companhia refere ainda “que tendo por base os pressupostos atuais, a easyJet estima incorrer em perdas globais de cerca de £60 milhões nas atividades do aeroporto de Tegel no exercício de 2018, uma vez que iniciará as operações em janeiro de 2018 em regime de aluguer de aeronaves com tripulação com taxas de ocupação e rendimentos iniciais mais baixos. Além disso, esperam-se custos extraordinários e não globais associados à transação no exercício de 2018 de cerca de £100 milhões. Estes custos representam o lançamento paralelo de uma operação de aluguer de aeronaves sem tripulação e incluem a conversão de frotas, o recrutamento de trabalhadores e custos de formação, bem como custos de transação. Estima-se que esta transação comece a gerar lucros no exercício de 2019.”

A easyJet perspetiva prosseguir a sua “estratégia de investimento dirigido de forma a obter um crescimento lucrativo e a assegurar posições de liderança em aeroportos principais, bem como a aumentar os retornos a longo prazo. A easyJet planeia aumentar a capacidade em cerca de 6% no exercício de 2018, excluindo qualquer potencial capacidade da Air Berlin.”

0

A questão do sistema aeroportuário no aeroporto de Lisboa, tem na opinião de Carlos Lacerda, presidente da Comissão Executiva da ANA Aeroportos, três pontos de constrangimento: Espaço aéreo, limitação de estacionamento de aviões e o terminal. Ideias avançadas pelo responsável durante o segundo painel do 29.º Congresso Nacional da Hotelaria e Turismo, que decorre no Convento de São Francisco, em Coimbra, de 15 a 17 de novembro.

Com o tema “A condição periférica de Portugal. Os desafios do transporte aéreo”, que contou com a moderação de António Trindade, CEO do Porto Bay Hotel & Resorts e a participação de Abílio Martins, vice-presidente de Marketing e Comunicação da TAP Portugal, Javier Gandarra, diretor-geral da EasyJet e Francisco Teixeira, diretor-geral da Melair, a questão do esgotamento da capacidade do Aeroporto Humberto Delgado foi um dos temas que mais atenção teve por parte da plateia.

Carlos Lacerda explicou que o primeiro aspeto de constrangimento daquela infraestrutura tem a ver com o espaço aéreo: “Lisboa tem quatro bases militares à volta da Portela, duas a norte (Alverca e Sintra) e duas a sul (Montijo e Alcochete) e estas têm limitações do espaço aéreo de Lisboa”.

“Mas, mesmo que o espaço aéreo seja libertado é necessário, que haja capacidade de controlo aéreo”, avançou ainda o mesmo responsável, acrescentando que a ANA está a dialogar com a NAV e a Força Aérea: “Posso dizer-vos que o diálogo tem sido construtivo e positivo e a minha convicção é que teremos uma boa solução para a região de Lisboa e de uma forma geral para o País, mas mais do que isso queremos uma solução que defenda a importante missão que a Força Aérea tem em Portugal. Penso que tenhamos condições para que consigamos fazer uma boa convergência de todos os objetivos de todos os intervenientes.”

Um segundo aspeto, conforme adiantou o presidente da Comissão Executiva da ANA Aeroportos, prende-se com a limitação de estacionamento: “Ou seja, se tivermos muito espaço aéreo e muitos aviões a aterrar e a levantar no aeroporto, temos de ter espaço para esses aviões estacionarem.”

O terceiro aspeto, segundo Carlos Lacerda tem a ver com a infraestrutura aeroportuária e aí a ANA já está a fazer investimentos.

“Como sabem estimamos que no prazo de quatro anos o aeroporto do Montijo possa estar operacional, ou seja em 2022, mas até lá o que vamos fazer? Não temos capacidade para crescermos?”, questionou o mesmo responsável, respondendo em seguida.

“Nós achamos que há capacidade para crescer em Lisboa, precisamos é de mais espaço aéreo e que o plano de contingência para aumentarmos a capacidade de estacionamento seja colocado em operação e relativamente ao terminal é uma situação que não nos preocupa, porque os investimentos estão a decorrer. Estão todos aprovados pelo nosso acionista, vamos ter mais portas Schengen, vamos ter maior fluidez no controlo de segurança e vamos ter uma zona ampla no check in. O que é que precisamos? De espaço aéreo. Deem-nos o espaço aéreo e nós conseguimos crescer o número de passageiros em Lisboa”, garantiu Carlos Lacerda.

Durante a sua intervenção, o responsável da ANA Aeroportos relembrou que os aeroportos geridos por aquela entidade têm sofrido grandes crescimentos nos últimos anos, após a privatização da mesma.

“A ACI – Aeroport Concil International avança que o número de passageiros nos aeroportos teve um crescimento médio este ano acumulado até agosto nos aeroportos a nível mundial de cerca de 7%, nos aeroportos europeus de 9% e nos portugueses de 18%, ou seja, o nosso crescimento é hoje o dobro do crescimento médio nos aeroportos europeus.”

0
Celia Muñoz, diretora comercial da Europa, Médio Oriente, África e Ásia da Iberia e Manuela Barber delegada da Iberia em Portugal

A companhia aérea Iberia vai reforçar, a partir de 25 de março do próximo ano, a sua oferta de voos na rota Porto e Madrid, com mais dois voos semanais, que os atuais 48 operados pela sua filial Iberia Regional Air Nostrum e um avião com maior capacidade, um Airbus 319. No total a companhia irá disponibilizar 332.277 lugares, ou seja, mais 28% de capacidade que em 2017.

O anúncio foi feito esta quarta-feira, 8 de novembro, na cidade do Porto, pela diretora comercial da Europa, Médio Oriente, África e Ásia da Iberia, Celia Muñoz, que justificou este aumento de oferta pelo crescimento que se verificou este ano, entre janeiro e setembro, e que foi de 10%.

A mesma responsável avançou ainda, que a partir de hoje “as reservas para a rota Porto- Madrid já estão disponíveis”.

Ao todo serão 50, os voos semanais nesta rota, com um avião com capacidade para 141 passageiros, distribuídos nas classes Executiva e Económica.

No ano em que a Iberia comemora o 90.º aniversário, Celia Muñoz, relembrou que a rota Porto-Madrid permite ainda aos “clientes ligações a outras 27 cidades espanholas, 35 europeias, sete em África como Joanesburgo, para além de Tel Aviv, cinco destinos americanos e 18 na América Latina”, a que se juntarão também em 2018 dois novos destinos: São Francisco e Manágua.

Questionada sobre as expetativas no aumento da operação em 2018, entre o Porto e Madrid, a diretora comercial escusou-se a avançar com um número, mas mostrou-se confiante, recordando que em 2017 transportaram 259.316 passageiros. Uma procura por viagens turísticas e empresariais que justifica “adaptar a operação face à procura”.

Uma oferta, que segundo a mesma responsável se irá manter para além do verão, assim a procura se mantenha.

Já na rota Lisboa-Madrid não deverá haver novidades para o próximo verão, uma vez que segundo Celia Muñoz, “a procura manteve-se igual este ano, em relação a 2016”.

Ao todo, o Grupo Iberia transportará para Portugal em 2017, 812.467 passageiros, ou seja, mais 16% que em 2016.

Celia Munõz aproveitou ainda o momento para dar conta que o Grupo Iberia está a renovar a sua frota com novos voos, sendo que entre 2015 e 2018 contam com 12 novos A330-200 e que entre 2018 e 2021 deverão chegar mais 16 aviões A350-900 e 20 Airbus A320neo.

Horários dos voos Porto-Madrid

Entretanto, os voos na ligação Porto-Madrid saem às 8h30, todos os dias, exceto ao domingo. Às 12h35, todos os dias, à exceção do sábado. Com partida às 16h40 do Porto, voo diário. E ainda com saída às 20h30, todos os dias, exceto ao sábado.

No percurso contrário, os voos de Madrid saem todos os dias às 7h40, à exceção do domingo. Às 11h45 todos os dias, exceto ao sábado. Às 15h50 (diário) e por fim, às 19h40 sairá o último voo de Madrid com destino ao Porto. Um voo diário à exceção do sábado.

 

0

A companhia aérea canária, Binter, vai passar a ter uma nova rota Lisboa-Tenerife, já a partir deste domingo, 29 de outubro. São duas frequências semanais, às quintas-feiras e domingos, com partida da capital portuguesa às 15 horas e chegada a Tenerife às 17h30, com possibilidade de ligação à Gran Canária sem custos adicionais.

O anúncio foi feito esta sexta-feira, 27 de outubro, no Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, numa conferência de Imprensa que contou com a presença da diretora geral da Gestão e Promoção do Turismo do Governo das Ilhas Canárias, Candelaria Umpiérrez, do conselheiro de Turismo e Internacionalização e Ação Externa do Cabildo de Tenerife, Alberto Bernabé e o responsável pelo Desenvolvimento de Mercado Internacional da Binter, Pablo Landrau Villalobos.

Segundo o responsável da Binter esta será uma rota regular, com possibilidade de “aumentar para mais uma frequência no verão”. Os voos serão feitos num Bombardier CRJ1000, com capacidade para 100 passageiros.

Tendo como representante em Portugal a Summerwinds, empresa com quem já trabalha há cinco anos, Pablo Landrau Villalobos referiu que a “parceria irá continuar com a Binter, pois para já não se justifica ter uma delegação em terras lusas”.

A Binter, que já transportou desde 2010 cerca de 150 mil passageiros portugueses, acredita que com esta operação Lisboa-Tenerife poderá transportar “entre 25 mil a 30 mil passageiros”.

Também Alberto Bernabé se mostrou satisfeito com esta nova rota da Binter, afirmando que Tenerife é um destino de sol e praia, mas que ao longo dos tempos tem conseguido diversificar a oferta, tornando-a também cultural, de negócios e até gastronómica. Esta última, aliás, tem sido uma das grandes apostas do turismo da região, relembrando que no próximo dia 22 de novembro terão a primeira grande gala de Chefs com Estrelas Michelin portugueses e espanhóis.

O mesmo responsável referiu ainda que Tenerife recebe “8.000 portugueses por ano e com esta nova rota da Binter esperamos aumentar em mais 50% a sua chegada”.

Já Candelaria Umpiérrez referiu que o número de portugueses que chegaram às Canárias entre janeiro e setembro deste ano foi de 67 mil, ou seja, mais 10 mil que em 2016, sendo que 62% dos passageiros nacionais foram até Gran Canária, enquanto 22% foram até Tenerife, permanecendo em média entre 7 a 12 dias.

Questionado sobre a possibilidade de abrirem também uma rota Porto-Tenerife, o responsável da companhia aérea não descarta essa hipótese, até porque, segundo o mesmo “somos muito dinâmicos e estamos sempre a estudar novas possibilidades, mas ao dia de hoje se me perguntar se vamos abrir essa rota digo-lhe que não”.

Candelaria Umpiérrez, por sua vez, mencionou o facto de haver uma proposta para uma nova rota Lanzerote-Porto, mas até agora ainda não apareceu nenhuma companhia aérea interessada.

Quanto à rota Lisboa-Tenerife da Binter terá voos a partir dos 99€ por trajeto, com direito a bagagem com 23kg e refeição a bordo, em voo direto e possibilidade de ligação à Gran Canária sem custos adicionais. O responsável da Binter frisou ainda que poderão existir “campanhas promocionais com preços ainda mais atrativos”. Para já a companhia está já a contactar agências de viagens e operadores portugueses para a venda da nova rota.