TAP com novas rotas e novos aviões em 2018

0
1239

Novas rotas e a chegada de novos aviões para 2018 são as novidades que Fernando Pinto, presidente executivo da TAP, anunciou esta terça-feira, 19 de dezembro, durante o habitual almoço de Natal com a Imprensa.

Depois de um ano, que segundo o mesmo responsável foi de enorme sucesso, com a companhia a transportar 14 milhões de passageiros, com um crescimento de 20% no número de passageiros, vão surgir novas rotas como Lisboa-Florença (Itália) já a partir de 10 de junho, cinco vezes por semana.

A operação entre Lisboa e Florença terá dois horários distintos. Às terças, quartas, sextas, sábados e domingos, a partida de Lisboa é às 07h05 e chegada a Florença às 10:50. No sentido inverso, a saída de Florença é às 11h35 com chegada a Lisboa às 13h35. Às segundas, quintas, sextas, sábados e domingos existirá também o voo com saída de Lisboa às 15h50 e chegada a Florença às 19h35. No sentido inverso, partida de Florença às 20h20 e chegada a Lisboa às 22h20.

E ainda para Nouakchott, capital da Mauritânia com data ainda a anunciar.

Mas há mais, a partir de 25 de março, à partida do Porto haverá voos bidiários para Barcelona [às 06h30 (TP1030) e às 19h35 (TP1031)] e Milão [às 06h30 (TP818) e às 17h55 (TP816)] e ainda a ligação Porto-London City (seis voos por semana, às 12h05 (TP354), com chegada a Londres às 14h20 e regresso ao Porto às 14h50 (TP353), onde o avião chega às 17h10) e Porto-Ponta Delgada (voo diário, o TP 1861 sairá do Porto pelas 13h20, com chegada prevista a Ponta Delgada pelas 14h45. O regresso (TP1866) será às 15h35 com aterragem no Porto às 18h50 locais).

“Este é o nosso presente de Natal para a população do Porto”, sublinhou Fernando Pinto, acrescentando que outras rotas virão à partida da Invicta.

O presidente executivo da TAP relembrou ainda, que em “2018 vai concretizar-se um marco histórico para a TAP e para a aviação mundial. A TAP será a primeira companhia do mundo a voar o novo A330-900 Neo. Vamos receber as primeiras aeronaves deste modelo, um dos mais modernos do mundo, no segundo semestre do ano.”

Também para o segundo semestre de 2018 está ainda prevista a entrega das primeiras unidades do A321 Long Range.

“A chegada das novas aeronaves representa este movimento já iniciado de modernização acentuada da TAP, com enormes ganhos de eficiência e conquista de novos mercados, bem como a expansão acentuada nos mercados históricos da companhia”, frisou o mesmo responsável, rematando que a “nova TAP está na rota certa”.

Questionado sobre a urgência de um novo aeroporto em Lisboa, Fernando Pinto admite que “os slots estão cada vez mais apertados para nós, há uma solução de um novo aeroporto a 14 quilómetros daqui, do outro lado da cidade e o que é preciso é que as resoluções sobre esta matéria sejam rápidas, porque quem sofre com isto é o Turismo em Portugal, porque não vai conseguir crescer mais”.

Quanto à sua possível saída da TAP enquanto presidente executivo da companhia, Fernando Pinto lembrou que esta “não é uma decisão minha, os acionistas reúnem-se e decidem”, mas, e continuou “tenho uma grande vantagem, que são 17 anos de TAP. Cheguei com a missão da privatização e isso foi realizado há dois anos. Pediram-me para ficar até que o processo de privatização estivesse estabilizado. Foram 15 anos de sobrevivência e de crescimento e 2 anos de transição importante e este último ano foi de grande crescimento. Do ponto de vista pessoal estou realizado. Não está nada definido e esta será uma decisão dos acionistas. Estou aqui para apostar no futuro da TAP, nem que seja como acionista”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here