Domingo, Fevereiro 23, 2020
Tags Post com a tag "Dia Mundial do Turismo"

Dia Mundial do Turismo

0

O ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, presente nas comemorações oficiais do Dia Mundial do Turismo, na passada sexta-feira, em Ponta Delgada, durante a conferência “Turismo Sustentável: Um legado para o futuro”, organizada pela CTP e pelo Governo Regional dos Açores, afirmou que o Turismo e o crescimento do setor tem de ser feito de uma forma “mais sustentável”, mostrando-se confiante no futuro.

“A mensagem que queria deixar é esta: este é um setor que está, seguramente, à altura dos muitos desafios que poderão colocar e da ambição mais elevada. Afinal de contas Portugal é o 12.º destino mais competitivo a nível mundial. Estamos a dar passos muito sólidos na sustentabilidade da nossa atividade”, evidenciou o governante.

Para Pedro Siza Vieira Portugal tem diversos “desafios pela frente”, tendo apontado “a escassez de recursos humanos, as qualificações de recursos humanos perante clientes mais exigentes, ou a questão das acessibilidades ao país” como os mais exigentes. Mas relembrou que também temos “mais visitantes, que congestionaram muitas das nossas infraestruturas, designadamente aeroportuárias, criando a necessidade de responder de forma mais sólida a estes novos desafios”.

O ministro diz estar convito, cada vez mais, da importância do digital no que respeita aos canais de distribuição e promoção de um destino, assim como na “gestão de destinos maduros”.

* “A VIAJAR MAGAZINE viajou a Ponta Delgada a convite da CTP

0

“É preciso abandonar de uma vez por todas a ideia de que temos turistas a mais. Ou que os turistas são sinónimo de ameaça à sustentabilidade dos destinos”, as palavras foram proferidas pela CTP, nas comemorações oficiais do Dia Mundial do Turismo, que este ano decorreu em Ponta Delgada, perante a presença do ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, do presidente do Governo Regional dos Açores, Vasco Cordeiro, e da secretária regional da Energia, Abiente e Turismo, Marta Guerreiro.

Carlos Moura, vice-presidente da CTP, que lia o discurso de Francisco Calheiros, presidente daquela confederação, que não pode estar presente, afirmou que “o turismo tornou-se uma das atividades económicas mais importantes do planeta e um importantíssimo motor de desenvolvimento para as sociedades atuais, crescendo acima do PIB mundial” e deu como exemplo o facto de “em 2018, e segundo a Organização Mundial do Turismo, o número de turistas internacionais em todo o mundo ter atingido os 1,4 mil milhões, mais 6% do que em 2017”. Segundo a CTP “mais de metade deste crescimento deve-se a países da Europa do Sul e Mediterrâneo, onde se inclui Portugal, que recebeu cerca de 15 milhões de turistas estrangeiros em 2018, um recorde absoluto”.

Para a CTP o desafio e a “verdadeira ameaça” ao contínuo crescimento do Turismo em Portugal “não está no aumento de turistas, mas sim na incapacidade de antecipar, planear e intervir” em áreas como “qualificação dos  territórios”, “mobilidade”, “infraestruturas aeroportuárias”, “estratégias de sustentabilidade ambiental” ou “economia digital”.

Carlos Moura, aproveitando ainda a presença do ministro Adjunto e da Economia, deixou um repto a este e futuro governo, dado estarmos em vésperas de Eleições Legislativas: “a necessidade de assegurar uma correta articulação entre os fluxos turísticos e a sua distribuição pelo território português”, para assim evitarmos a ainda presente sazonalidade em algumas regiões do país, sobretudo as mais dependentes do sol e mar, como o Algarve.

A CTP considera que a “qualificação e formação profissional”, assim como a “demografia”, são os maiores desafios que sem impõem tanto no presente como no futuro à atividade do Turismo e propõe: “que sejam estudados e criados canais de circulação de trabalhadores com outros países”; “que se invista na modernização e inovação do sistema educativo para fazer face às necessidades do mercado”; “que se aposte na melhoria da qualidade de vida dos trabalhadores no Turismo, no que se refere à formação, retribuição e benefícios sociais”; “e, por fim mas não menos importante, que a ideologia ceda ao pragmatismo no que à especificidade do Turismo diz respeito”.

Por fim, a CTP deixou presente que “a atividade económica do Turismo tem de ter um quadro jurídico laboral que tenha em conta as suas características intrínsecas”.

*A VIAJAR MAGAZINE viajou a Ponta Delgada a convite da CTP

0

‘Turismo Sustentável: um legado para o futuro’ é o tema da conferência que celebra, este ano, o Dia Mundial do Turismo, 27 de setembro, e que resulta de uma iniciativa conjunta da Confederação do Turismo de Portugal (CTP) e do Governo dos Açores. O evento realiza-se no Nonagon – Parque de Ciência e Tecnologia de São Miguel, na cidade de Lagoa, Ilha de São Miguel.

Empresários, gestores, investigadores, académicos e outros profissionais ligados à atividade turística vão reunir-se nos Açores para assinalar o Dia Mundial do Turismo com uma conferência onde a sustentabilidade dos destinos turísticos será o tema central.

Com início marcado para as 15h30 no primeiro Parque de Ciência e Tecnologia da Região Autónoma dos Açores, este evento inclui uma mesa redonda sobre turismo sustentável com personalidades da região ligadas ao Turismo, a apresentação do estudo ‘Impacto da Economia Digital na Actividade Económica do Turismo’, apresentado por Miguel Castro Neto, Subdiretor da NOVA IMS – Information Management School e a intervenção de António Sampaio da Nóvoa, como keynote speaker.

“Os Açores são um dos 100 destinos mais sustentáveis do mundo e um excelente exemplo de um compromisso inteligente entre a atividade turística e as boas práticas de sustentabilidade ambiental, social e económica. É o sítio certo para celebrar o Dia Mundial do Turismo, com uma reflexão sobre o futuro da nossa atividade e a sua relação com o meio ambiente. Estou convicto de que os nossos convidados darão contributos importantes para este debate, que se pretende amplo e construtivo”, afirma Francisco Calheiros, presidente da CTP.

O evento termina com um cocktail de celebração ao Dia Mundial do Turismo.

0

No Dia Mundial do Turismo, 27 de setembro, a Confederação do Turismo de Portugal organiza a 4ª edição da sua Cimeiro do Turismo com um programa que inclui Marcelo Rebelo de Sousa, António Costa, Fernando Medina, Carlos Moedas, António Horta Osório, entre outros. O aeroporto de Lisboa é um dos temas em destaque, num painel de debate com os presidentes da ANA, NAV, TAP, ANAC e o Coordenador do Projecto de Expansão Aeroportuária de Lisboa.

A Confederação do Turismo de Portugal (CTP) irá reunir um conjunto de oradores nacionais e internacionais no Dia Mundial do Turismo com o objetivo de debater os temas estruturantes para a esta atividade, como o novo Aeroporto de Lisboa, a gestão dos destinos turísticos e o valor da marca Portugal.

«O Turismo Primeiro: Sucessos do Presente. Desafios de Amanhã» é o mote desta quarta edição do Cimeira do Turismo, evento que constitui um importante momento de reflexão e diálogo sobre o Turismo.

“O turismo é uma atividade essencial ao desenvolvimento socioeconómico do nosso país, tem sido responsável pela criação de milhares de postos de trabalho, mais de 15 mil milhões de receitas em 2017 e com um impacto directo no PIB de quase 10%. O crescimento que evidenciou nos últimos anos obriga-nos a refletir e a planear o futuro da atividade. Todas as opiniões e contributos são úteis e é essencial encontrar momentos de diálogo como a IV Cimeira do Turismo que irá constituir, com certeza, um verdadeiro espaço de partilha de visões e experiências bastante relevantes para o Turismo nacional”, refere Francisco Calheiros, presidente da CTP.

A sessão de abertura conta com as presenças do Primeiro Ministro, António Costa; do Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina e do Presidente da CTP, Francisco Calheiros. Segue-se a intervenção do Comissário Europeu Carlos Moedas, ao início da manhã.

“Portugal sabe o Valor da sua marca?” é o tema do primeiro painel que será conduzido pelo Presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo, que irá moderar a conversa entre conceituados jornalistas como Nicolau Santos, presidente do Conselho de Administração da Lusa; Ricardo Costa, diretor-geral de informação do Grupo Imprensa; Rosália Amorim, Diretora Editorial do Dinheiro Vivo; e Begoña Iñiguez, presidente da Associação da Imprensa Estrangeira em Portugal.

“A afirmação do Turismo no Espaço Europeu” irá contar com as intervenções de Eduardo Santander, Executive Director of European Travel Commission, Tim Fairhurst, Director of Policy at European Tourism Association e Christian Gsodam, Adviser to the EU Council President. A moderação ficará a cargo da eurodeputada Cláudia Monteiro de Aguiar.

A manhã irá terminar com a intervenção da Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho.

Atrair talento para o Turismo

Durante a tarde estarão em destaque o tema do aeroporto de Lisboa, a atração de talento para o Turismo, a gestão de destinos turísticos e as perspetivas económicas nacionais e europeias.

A gestão dos destinos turísticos tem início às 14H45 com a apresentação do estudo da PWC sobre esta temática, ao qual se segue a conversa entre o vereador da Câmara Municipal de Lisboa, Manuel Salgado; Filipe Araújo, vice-presidente da Câmara Municipal do Porto; o presidente da Câmara Municipal do Funchal, Paulo Cafôfo, e o presidente da Câmara Municipal de Loulé, Vitor Aleixo.

“Como atrair talento para o Turismo?” será a questão colocada por Adília Lisboa, Presidente da Direção da ARHCESMO a Fernando Neves de Almeida, Presidente da Boyden.

O painel “A urgência de um novo aeroporto para Lisboa” contará com a participação de Duarte Silva, Coordenador do Projecto de Expansão Aeroportuária de Lisboa, Thierry Ligonnière, CEO da ANA, Jorge Ponce Leão, Presidente da NAV, Antonoaldo Neves, Presidente Executivo da TAP, e Luís Silva Ribeiro, Presidente do Conselho de Administração da ANAC.

O presidente do Lloyds Banking Group, António Horta Osório, irá intervir às 17H30 e irá refletir sobre Perspetivas Económicas para Portugal e Europa.

O Presidente da República, Marcelo de Rebelo de Sousa, irá presidir à sessão de encerramento, às 18H00.

0

A Associação Turismo de Lisboa assinalou esta quarta-feira, 27 de setembro, o Dia Mundial do Turismo, com a apresentação de dois novos Postos de Turismo, no Mosteiro dos Jerónimos e no Jardim da Torre de Belém e ainda a inauguração do Circuito Turístico Belém Monumental. Um projeto, cujo investimento total foi de 350 mil euros, e que pretende a melhoria da experiência turística em Belém, uma zona que recebe cerca de 2 milhões de visitantes, segundo o diretor-geral da Associação de Turismo de Lisboa (ATL), Vitor Costa.

Numa visita que teve início no novo Centro Interpretativo da Ponte 25 de Abril – Experiência Pilar 7 e que faz também parte das 9 paragens assinaladas pelo autocarro Hop On Hop Off, da Cityrama, que integram o Circuito Turístico Belém Monumental.

Museu Nacional dos Coches/Picadeiro Real, Palácio Nacional da Ajuda, Museu Nacional de Etnologia, Mosteiro dos Jerónimos e Museu de Arqueologia, Museu da Marinha, Planetário e CCB, Torre de Belém, Padrão dos Descobrimentos e Museu de Arte Popular e MAAT – Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia são os monumentos que os visitantes poderão percorrer neste trajeto. O percurso poderá ser feito todos os dias, das 10 às 13 horas e das 14 às 18 horas e tem o preço de 5 euros, sendo válido para 24 horas. Os passageiros podem neste período entrarem e saírem livremente em qualquer das paragens mencionadas anteriormente.

Segundo Vítor Costa “estes percursos incluem museus menos visitados, como é o caso do Palácio da Ajuda ou do Museu de Etnologia e com esta possibilidade de transporte podem e devem ser mais procurados”.

Postos de Turismo

Localizados no Jardim Vasco da Gama, junto ao Mosteiro dos Jerónimos e no Jardim da Torre de Belém, os dois novos Postos de Turismo, que se juntam assim aos 13 já existentes na região de Lisboa, visam proporcionar uma melhor e mais equilibrada utilização da zona de Belém/Ajuda e da sua oferta cultural, incluindo a desconcentração de bilheteiras e o estímulo à utilização mais equilibrada de diversos equipamentos, segundo o diretor-geral da ATL.

Projetados pelo arquiteto Tiago Silva Dias, os dois Postos de Turismo, que hoje foram inaugurados integram-se na área monumental onde estão inseridos, como peças de mobiliário urbano exclusivas, interferindo o mínimo possível na visibilidade sobre o património. Cada equipamento apresenta assim dois momentos: um quando está fechado, em que constitui um paralelepípedo em espelho que reflete em todas as faces a área envolvente. E quando está aberto, em que uma das faces abre sobre o balcão, revelando o interior, onde a cor rosa é a protagonista. Ambos dispões de instalações sanitárias de uso público, acessível a utentes com mobilidade condicionada.

Ler artigo na íntegra na versão em papel

0

Seis milhões para melhorar acessibilidades e dotar centros históricos com wi-fi gratuito

A apresentação do programa All for All – Portuguese Tourism, marcou o arranque da Semana do Turismo que surge no âmbito da celebração do Dia Mundial do Turismo, a 27 de setembro. No Centro de Ciência do Café, em Campo Maior, onde decorreu a cerimónia, o presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo, anunciou o lançamento de uma linha de apoio financeiro de 5 milhões de euros para apoiar a criação de acessibilidades em estabelecimentos hoteleiros e em espaços públicos, por parte de empresas e entidades públicas. Em Elvas foi anunciada uma linha de apoio a projetos wi-fi em Centros Históricos, dotada com 1 milhão de euros.

A sessão de Campo Maior contou com as presenças da Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, Secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes, Presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo, Presidente da Turismo do Alentejo – ERT, Ceia da Silva e Presidente da Câmara Municipal de Campo Maior, Ricardo Miguel Furtado Pinheiro.

Dirigido a todos os agentes do setor turístico, o programa “All for All” visa adaptar a oferta turística às necessidades específicas de quem nos visita, desde famílias com crianças pequenas até seniores ou pessoas com algum tipo de incapacidade, ainda que temporária. Trata-se de cumprir o propósito de Portugal como destino turístico (“Receber Bem”), mas é também uma oportunidade de negócio para as empresas e para o país.

O programa “All for All” pretende criar um novo estímulo ao envolvimento de entidades públicas e empresas para fazerem de Portugal um destino cada vez mais acessível para todos. A aposta é na melhoria do produto e na divulgação e promoção junto do turista de boas práticas de acessibilidade. Foi desenvolvido um canal online dedicado ao turismo acessível, alojado no visitportugal.com, com o objetivo de destacar os itinerários acessíveis em centros históricos de cidades do Continente e Ilhas.

De acordo com dados da Organização Mundial de Turismo e da Comissão Europeia, na União Europeia o valor bruto do chamado mercado do “Turismo Acessível” foi, em 2012, de 352 mil milhões de euros. Tendo em conta o efeito multiplicador, o valor bruto total ascendeu a 786 mil milhões.

A Organização Mundial do Turismo propôs para tema do Dia Mundial do Turismo deste ano, o Tourism for All. De acordo com esse tema, o Turismo de Portugal lançou a Semana do Turismo entre 23 de setembro e 1 de outubro, no sentido de levar a todo o país este objectivo de promover o turismo para todos. O vasto programa de iniciativas especialmente preparado para esta semana arrancou precisamente com a apresentação do Programa All for All – Portuguese Tourism. Seguiu-se a apresentação de uma nova linha financeira de apoio para dotar os centros históricos de wi-fi gratuito.

Um milhão de euros é o valor total da Linha de Apoio a Projetos Wifi em Centros Históricos, destinada a financiar projetos promovidos por câmaras municipais e entidades regionais de turismo. Lançado também pelo Turismo de Portugal, o projeto Portugal Wifi foi apresentado em Elvas, primeira cidade do país em cujo centro histórico está implementado o projeto-piloto a desenvolver. Mais uma etapa no esforço de promover o turismo para todos, neste caso o acesso gratuito a informação digital por parte dos turistas.

O projeto Portugal Wifi visa dotar os centros históricos das localidades portuguesas e as zonas de maior afluxo turístico de redes sem fios que permitam aos turistas utilizar wifi de forma gratuita e aceder a conteúdos informativos que maximizem a sua experiência no destino.

A simplicidade e rapidez no acesso a conteúdos informativos durante a viagem assumem uma importância cada vez maior para os turistas. Por outro lado, é também relevante facultar às empresas plataformas ágeis para o desenvolvimento de novas oportunidades de negócio e de conhecer melhor os seus clientes. Promover a conetividade desses turistas com o destino e com os prestadores de serviços locais é, por isso, essencial.

Para além do objetivo turístico, este projeto visa também contribuir para o desenvolvimento de smart cities e de formas mais sustentáveis de gestão das cidades e dos seus recursos, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos e para o desenvolvimento económico.

A sessão contou com as presenças da Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, Presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo, Presidente da Turismo do Alentejo – ERT, Ceia da Silva e Presidente da Câmara Municipal de Elvas, Nuno Miguel Fernandes Mocinha.

A agenda do primeiro dia da Semana do Turismo contou ainda com um almoço no Forte da Graça, onde foi apresentado o projeto Portugal Heritage. À tarde, em Évora, teve lugar a apresentação da Rede de Museus e Equipamentos de Évora e a visita à Fundação Eugénio de Almeida e Igreja S. Francisco.

O programa deste primeiro dia termina em Santarém, com uma caminhada noturna integrada nas Jornadas Europeias do Património 2016. Nesta noite, 16 espaços culturais mantiver-se-ão abertos ao público até às 23h30.

0

O Turismo de Portugal vai apresentar esta sexta-feira, pelas 10h00, no Centro de Ciência do Café, em Campo Maior, o programa Portuguese Tourism All for All, que visa desenvolver uma série de iniciativas que consolidem Portugal como um destino turístico para todos, a que todos possam ter acesso.

Esta apresentação marca também o arranque da Semana do Turismo que surge no âmbito da celebração do Dia Mundial do Turismo, a 27 de setembro.

Em 2016, a Organização Mundial do Turismo propôs para tema do Dia Mundial do Turismo, o Tourism for All. De acordo com esse tema, o Turismo de Portugal lançou a Semana do Turismo entre 23 de setembro e 1 de outubro, no sentido de levar a todo o país esta preocupação de promover o turismo para todos. O vasto programa de iniciativas especialmente preparado para esta semana arranca com a apresentação do Programa Portuguese Tourism All for All.

Um programa com o qual se pretende mobilizar os profissionais e as empresas turísticas para adaptarem a sua oferta às necessidades específicas de quem nos visita.

Este programa vai atuar na melhoria do produto, com linhas de apoio à criação de acessibilidades em estabelecimentos hoteleiros e em espaços públicos, mas também através da divulgação de boas práticas de acessibilidade e na divulgação e promoção junto do turista, através de um canal online dedicado ao turismo acessível, alojado no visitportugal.com.

Linha de Apoio a Projetos Wifi em Centros Históricos

Depois da cerimónia em Campo Maior, o programa da Semana do Turismo tem nova iniciativa em Elvas, onde às 11h00 se faz o lançamento da Linha de Apoio a Projetos Wi-fi em Centros Históricos. Mais uma iniciativa desenvolvida no âmbito de um programa de ações que visa promover o turismo para todos, neste caso o acesso gratuito a informação digital por parte dos turistas.

A sessão decorre na Câmara Municipal de Elvas, cidade em cujo centro histórico é implementado o projeto-piloto a desenvolver neste âmbito.

As primeiras iniciativas da Semana do Turismo vão contar com as presenças da Secretária de Estado do Turismo, Secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência, Presidente do Turismo de Portugal, Presidente da Turismo do Alentejo – ERT, Presidente da Câmara Municipal de Campo Maior e Presidente da Câmara Municipal de Elvas.