Terça-feira, Novembro 19, 2019
Tags Post com a tag "Ponta Delgada"

Ponta Delgada

0

A Delta Air Lines vai aumentar as frequências entre Ponta Delgada e Nova Iorque-JFK quando o serviço direto sazonal retomar no Verão de 2019. A partir de 24 de Maio de 2019, este seu voo sazonal passa das cinco frequências semanais este ano para uma operação diária, adicionando assim quase 400 lugares semanais entre os Açores e os Estados Unidos.

Ao todo, a Delta vai operar 21 voos semanais entre Portugal – incluindo os Açores – e os EUA no auge dos meses de Verão. Além do serviço diário em Ponta Delgada, a companhia vai operar 2 voos diários a partir de Lisboa, através da nova rota sazonal direta para Boston, efetiva a 24 de Maio de 2019, que vem complementar a existente rota anual direta para Nova Iorque-JFK. Todos os voos são operados em conjunto com os parceiros joint-venture Air France-KLM e Alitalia, usando aviões Boeing 757-200 de 199 lugares.

0

A Delta Air Lines vai triplicar os seus voos entre Portugal e os Estados Unidos da América.

Frederic Schenk, diretor de vendas da Delta Air Lines para o sul da Europa, afirmou, esta quarta-feira, dia 23 de maio, em entrevista à VIAJAR, que a partir de amanhã, 26 de maio, a companhia aérea norte-americana vai passar a operar um novo voo diário à partida de Lisboa para o seu hub de Atlanta, o maior aeroporto do mundo.

“O Aeroporto de Atlanta é o maior do mundo e a partir daqui poderemos oferecer inúmeras ligações aos passageiros portugueses, tanto dento dos EUA como para outros destinos do mundo. Depois não nos podemos esquecer que somos a primeira companhia aérea a termos uma ligação à partida de Portugal para Atlanta, o que nos leva a crer que esta rota tem tudo para ser um sucesso”, afirmou o responsável.

Por outro lado, a Delta Air Lines vai ainda iniciar uma operação de cinco voos semanais entre Ponta Delgada e Nova Iorque-JFK, que Frederic Schenk classifica como “importante”, dado que “nos EUA vive uma grande comunidade de açorianos” e porque este é também “um destino como um enorme potencial”.

Estas duas novas rotas vêm assim complementar a oferta da Delta Air Lines em Portugal que começou no ano passado com um voo sazonal de verão entre Lisboa e Nova Iorque-JFK, que este ano, a 3 de maio, foi retomado mas desta vez como linha regular.

“A nossa aposta em Portugal deve-se sobretudo ao bom momento económico que o país está a viver e, por isso, não poderíamos deixar escapar esta oportunidade”, enalteceu o responsável.

A partir de agora a Delta Air Lines vai contar com uma oferta de mais de “7400 lugares por semana” à partida de Portugal para os EUA durante a época de verão, e a nova aposta diária entre Lisboa e Nova Iorque-JFK representa um aumento de capacidade de “216% no mercado português em 2018”, quando comparando com o período homólogo de 2017.

Quando questionado sobre quantos passageiros viajaram no ano passado com a Delta Air Lines na rota de Portugal, Frederic Schenk respondeu que tinham sido mais de “43 mil”, com um load factor “a rondar os 89%”, mas que este ano a intenção seria “triplicar” esse valor, dado a aposta triplicada no país durante todo o ano de 2018. No que respeita à vendas disse estarem a decorrer “dentro das expetativas iniciais”.

Apesar do Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, estar prestes a atingir a sua capacidade máxima, o diretor de vendas garantiu que a Delta Air Lines não quaisquer dificuldades em arranjar slots.

“A verdade é que não tivemos problemas. Ficámos com os horários que nos eram mais convenientes sem qualquer entrave”, frisou o profissional.

Alguns números

A Delta opera mais de 1.000 partidas nos dias de pico em Atlanta. É o maior aeroporto do mundo e os clientes que voam de Lisboa podem voar para mais de 200 cidades na América do Norte, América Latina e Caraíbas. Destinos populares incluem: São Francisco, Los Angeles, Miami, Orlando e Seattle, além de São Paulo, Brasil.

Via Nova Iorque-JFK, os clientes podem escolher entre mais de 50 destinos. Para manter as viagens ainda mais tranquilas, o Fly Delta App oferece mapas Wayfinding para ajudar os clientes a percorrer facilmente os principais hubs da Delta.

Com sede em Atlanta, a Delta emprega mais de 80.000 pessoas no mundo e opera uma frota de mais de 800 aeronaves.

Com uma rede global líder na indústria, a Delta e as companhias Delta Connection oferecem serviços para 321 destinos, em 57 países e 6 continentes. Com sede em Atlanta, a Delta emprega mais de 80.000 pessoas no mundo e opera uma frota de mais de 800 aeronaves. A companhia é membro fundador da aliança global SkyTeam, uma joint venture transatlântica com a Air France-KLM e a Alitalia, bem como uma joint venture com a Virgin Atlantic. Em conjunto com os seus parceiros mundiais, a Delta oferece aos seus clientes mais de 15.000 voos diários, com importantes hubs e mercados incluindo Amsterdam, Atlanta, Boston, Detroit, Los Angeles, Cidade do México, Minneapolis-St. Paul, Nova York-JFK, Nova York-LaGuardia, Londres-Heathrow, Paris-Charles de Gaulle, Salt Lake City, São Paulo, Seattle e Tóquio-Narita.

0

A ilha de São Miguel, nos Açores, vai ser o destino anfitrião do 44º congresso nacional da Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT), que vai ter lugar de 21 a 25 de novembro em Ponta Delgada, anunciaram hoje a Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo dos Açores (SREAT), Marta Guerreiro, e o presidente da associação, Pedro Costa Ferreira.

Esperam-se cerca de 500 participantes, designadamente Agentes de Viagens e Operadores Turísticos, opinion leaders e jornalistas, além de outros stakeholders do setor turístico nacional.

Esta é a quarta vez que o congresso da APAVT, considerado o maior fórum de debate turístico de Portugal, decorre os Açores para sediar o seu congresso, depois de o ter feito em 1995, 2006 e 2013.

O anúncio foi hoje feito no Teatro Micaelense em Ponta Delgada, que será o palco das sessões de trabalho do congresso, no âmbito da assinatura de um protocolo entre a SREAT e a APAVT.

«Com o congresso, festejamos o “bom tempo” que se vive nos Açores, corolário de um trabalho de muito anos, congregando agentes de viagens, tutela Açoriana, e demais parceiros do sector. Trabalho próximo, constante e cúmplice! Trabalho que, com o congresso, continuará, em nome do sector e pensando na região autónoma. Estamos, naturalmente, entusiasmados e felizes!» firma o presidente da APAVT, Pedro Costa Ferreira

«Sabemos que o Congresso da APAVT é conhecido como um importante motor no aumento do fluxo de turistas, pelo que a realização deste evento nos Açores constituirá um momento muito importante de promoção, atendendo ao perfil da grande maioria dos participantes, concretamente, agentes de viagem que promovem e comercializam potenciais destinos» afirma, por seu lado, a Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo dos Açores, Marta Guerreiro.

0

A SATA inaugura já este sábado, dia 05 de maio, a rota de verão Londres-Ponta Delgada, a partir do aeroporto de Gatwick. Esta nova ligação vai unir o Reino Unido aos Açores, ao Atlântico e às suas maravilhas da natureza, de maio a outubro, uma vez por semana.

“Os Açores são um destino cada vez mais atrativo para o público britânico. Com esta nova rota, pretendemos criar uma alternativa, uma ligação direta entre um dos principais aeroportos de Londres e Ponta Delgada”, afirma Gavin Eccles, diretor-geral Comercial da SATA Azores Airlines.

Os novos voos terão uma duração média de 4 horas – o voo a partir de Londres sairá todos os sábados, às 20h30, com aterragem prevista em Ponta Delgada para as 23h30, hora local. O percurso inverso, também aos sábados, descola de Ponta Delgada às 14h55, hora dos Açores, e aterra em Londres às 19h40, hora de Lisboa.

“Estamos a desenvolver a nossa atividade num dos espaços aéreos mais exigentes do mundo, com o objetivo de corresponder às necessidades do mercado, numa das alturas do ano com mais procura”, acrescenta o responsável.

Esta nova ligação surge na sequência da aposta da SATA em novas rotas e novos aviões, que vão renovar a frota até 2021. A SATA foi a primeira companhia aérea portuguesa a receber o A321neo. No total, serão integrados na frota da SATA quatro novos aviões Airbus A321neo LR, preparados para voos mais longos, o que permitirá a utilização destas aeronaves nas linhas do arquipélago dos Açores para a América do Norte.

Todas as tarifas da SATA incluem bagagem de porão até 23kg, refeição a bordo, possibilidade de escolha de lugar e transporte gratuito de equipamentos desportivos.

0

Seja em trabalho ou em busca de aventuras únicas, viajar sozinho é uma tendência em crescimento em todo o mundo, quem o diz é a plataforma Airbnb, que diz ter cada vez mais reservas de viajantes individuais.

Lisboa surge entre os dez destinos preferidos dos espanhóis que viajam sozinhos, sendo a única cidade portuguesa com representação no ranking dos países inquiridos.

Desde o lançamento da Airbnb Trips, tornou-se mais fácil para os aventureiros solitários descobrir o destino escolhido na companhia de pessoas locais. Nas cidades mais populares entre estes viajantes, há cada vez mais pessoas que recorrem a experiências da Airbnb para conhecer outros viajantes e pessoas locais, ao mesmo tempo que aprendem uma nova competência, apreciam uma refeição ou participam numa experiência cultural única.

As experiências mais reservadas por viajantes individuais de todo o mundo são as aulas de cozinha, aulas de surf e workshops de arte. De acordo com a plataforma Airbnb são as seguintes: Barcelona – Paella Maestro; Londres – Fascinators; Los Angeles – Kitesurf Malibu; Paris – Bike & Bites; São Francisco – Sunset Disco Yoga; Sydney – Bondi Dawn Patrol; Tóquio – Aula de cozinha em Tóquio.

Em cidades como Buenos Aires, Toronto ou Oslo, as reservas de alojamento individual representam entre 14% a 27% do total. Baseada no crescimento das reservas individuais em 2016, a plataforma Airbnb identificou dez destinos mundiais, tanto em zonas urbanas como em costeiras, que serão tendência este ano entre este tipo de viajantes.

Cancun (+170%), Ho Chi Minh (+146%) e Colónia (+142%) surgem nos três lugares cimeiros, seguidos depois por Playa del Carmen (141%), Joanesburgo (135%), São Paulo (+128%), Auckland (+114%), Cidade do México (+109%), Charlotte (+106%) e Busan (+103%).

Também em Portugal viajar sozinho está a tornar-se uma tendência crescente. Lisboa, Porto e Madrid lideram o ranking de destinos favoritos para realizar uma escapadinha embora destinos internacionais como Barcelona, Londres ou Paris também sejam populares. Outras cidades portuguesas que se posicionam neste TOP 10 são Coimbra e Ponta Delgada. A fechar esta lista de 10 lugares surge Roma.

0

Ponta Delgada (1.º), Funchal (2.º) e Ilha Terceira (9.º) são os três destinos nacionais mais procurados pelos turistas portugueses, nos meses de julho e agosto deste ano, segundo um ranking revelado pela eDreams, a maior agência de viagens online da Europa.
Entre as viagens para fora de território nacional, Budapeste, Barcelona, Praga, Praia e Dublin são os destinos que registam um maior aumento do número de turistas face ao período homólogo, com crescimentos de 257%, 242%, 234%, 225% e 188% respetivamente.

O top 10 de destinos eDreams é essencialmente constituído por cidades europeias, com algumas das principais cidades dos arquipélagos portugueses – Ponta Delgada, Funchal e Ilha Terceira – a ocuparem lugar de destaque no top 10 eDreams. Paris, Londres, Madrid, Amesterdão, Roma e Budapeste ocupam as restantes posições do ranking.

Em termos económicos, Madrid é, em média, a cidade mais económica para uma viagem nos meses quentes de verão, com o preço médio do voo a rondar os 84€. Barcelona e a Ilha Terceira seguem esta tendência, com os custos de voo de 112€ e 140€, respetivamente.

De forma genérica, comparando com o mesmo período de 2016, nestes meses quentes de 2017, os turistas nacionais conseguirão poupar em média 9% na sua viagem, com os preços de viagem a rondar os 220€.

O estudo permite ainda identificar o tempo médio de viagem dos turistas nacionais nesta época do ano, sendo que 48% dos viajantes lusos admite ficar, em média, entre 1 a 6 dias, fora de território continental e 22% entre 8 a 14 dias, aproveitando ao máximo a cidade de destino.

Apesar de registar uma percentagem bastante reduzida, a análise eDreams permite ainda concluir que 5% dos viajantes da marca ficam mais de 28 dias no destino e 3% fica entre 22 a 28 dias.

0

Ponta Delgada e Funchal são as cidades com melhor índice de hospitalidade, na Airbnb, em Portugal. A Airbnb, a plataforma líder mundial em hospitalidade comunitária, revela o ranking das 10 cidades em que os anfitriões recebem melhores avaliações por parte dos hóspedes que reservam alojamento através da plataforma.

O Algarve com Lagos (4.º), Portimão (8.º) e Albufeira (10.º), assim como a Grande Lisboa com Sintra (3.º), Cascais (7.º) e Lisboa (9.º), são as regiões com os anfitriões melhor classificados pelos hóspedes em Portugal, ao tratar-se das zonas do país mais representadas neste ranking.

Ponta Delgada e Funchal, as capitais das regiões autónomas dos Açores e da Madeira respetivamente,  lideram os lugares cimeiros do ranking, seguidas pela vila de Sintra, Lagos, Vila Nova de Gaia e Porto. O ranking reflete uma distribuição equilibrada dos anfitriões com melhores classificações por diferentes tipos de destinos turísticos: ambiental, urbano, praia e histórico-cultural.

Plataformas como a Airbnb possibilitam que nestas cidades exista também uma oferta de alojamento diferente da tradicional, que atrai visitantes de qualidade e permite que as receitas do turismo tenham um impacto de proximidade, tanto para os anfitriões como para o comércio local.

0

A Ryanair lançou, esta segunda-feira, uma promoção com voos desde 28.99 euros nas rotas desde Ponta Delgada para Lisboa, com o objetivo de acomodar os viajantes afetados pela decisão da easyJet em cancelar os seus voos para Ponta Delgada em Outubro.

Os clientes da Ryanair podem voar desde e para os Açores sempre aos preços mais baixos, nos voos mais pontuais e com o melhor serviço ao cliente. Podem também contar com ainda mais melhorias, já que a Ryanair continua a apostar no seu programa “Sempre a Melhorar”, que inclui mais rotas, novidades digitais, novos interiores de cabine e preços ainda mais baixos.

Esta promoção de resgate de 28.99 euros já está à venda em Ryanair.com para viagens em Outubro e Novembro. As reservas devem ser efetuadas até à meia noite de quarta-feira (29 março).

 

0

Já é possível reservar viagens na TAP com Stopover em Lisboa ou Porto e destino final Açores, Madeira ou Algarve.

Os clientes provenientes da Europa e de qualquer voo intercontinental, com destino a Faro, Ponta Delgada, Terceira, Funchal e Porto Santo podem agora usufruir de uma estada em Lisboa, ou no Porto, sem custos adicionais na viagem, no âmbito do programa Stopover da TAP.

A TAP lançou o Portugal Stopover no verão de 2016, com o objetivo de incentivar os passageiros de longo curso que viajam na companhia, com trânsito em Lisboa ou Porto, a aproveitarem a passagem por estas cidades para permanecer até três dias, sem custos adicionais às suas tarifas.

Com as mudanças agora introduzidas no produto Portugal Stopover, a TAP garante que todos os destinos domésticos passam a estar disponíveis para os clientes que desejem fazer a paragem em Lisboa ou no Porto.

Até ao final de janeiro, 40 mil passageiros reservaram já viagens Stopover com a TAP.

O Portugal Stopover está associado a uma rede de mais de 150 parceiros, que proporcionam aos clientes preços exclusivos em hotéis, a oferta de uma garrafa de vinho português em restaurantes e experiências gratuitas, nomeadamente passeios de tuk tuk, visitas a museus, observação de golfinhos no Sado e degustações. Esta rede será agora alargada a parceiros nas regiões do Algarve, Açores e Madeira, para que o cliente que voa no âmbito do  Stopover tenha ainda mais benefícios, não só em Lisboa e Porto, mas também no seu destino final.

“Com este aumento do leque de destinos domésticos no programa Portugal Stopover, a TAP reforça uma vez mais o seu papel de embaixadora do destino Portugal no mundo, tirando partido das vantagens geostratégicas do nosso Hub”, disse Fernando Pinto, CEO da companhia.

Em outubro do último ano, a prestigiada revista norte-americana ‘Condé Nast Traveler’ considerou este programa da TAP a melhor opção para uma escala em viagem para passageiros oriundos dos Estados Unidos.

A TAP tem verificado que os clientes Stopover provenientes dos EUA têm vindo a aumentar, com destaque para os passageiros à partida de Boston e Miami. No Brasil, o Stopover é uma opção sobretudo procurada por clientes de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.

“Estamos a convidar os passageiros em trânsito a ficar e visitar Portugal, inclusive duplicando o número de destinos que eles podem conhecer no nosso País”, afirma Fernando Pinto. “Trazer turistas a Portugal sempre foi um dos desígnios da TAP e com esta proposta de Stopover com inclusão dos Açores, Madeira e Algarve, a companhia procura reforçar ainda mais esse desígnio”, acrescentou.

O reforço de operações da TAP já anunciado para este verão traduz a expectativa de crescimento de passageiros para os destinos Algarve, Madeira e Açores. A partir de junho, a TAP terá mais um voo diário para Faro, passando assim de três para quatro voos por dia entre Lisboa e o Algarve. Além deste voo diário adicional, a companhia passa também a utilizar aviões de maior capacidade, pelo que o aumento da oferta total de lugares será na ordem dos 45 por cento.

Também a partir de junho, a TAP aumentará a sua operação para Ponta Delgada de dois para três voos diários. Este reforço, associado à utilização de aviões maiores, permitirá à TAP passar a servir os Açores, no período do verão, com rês voos diários para a ilha de São Miguel e dois para a ilha Terceira, o que se traduz num aumento da capacidade de 103 por cento, com a oferta de 35 frequências semanais ligando o Continente e os Açores.

Para a Madeira, a TAP oferece, este verão, oito voos diários entre Lisboa e o Funchal, e mais dois voos diários à partida do Porto, aos quais acrescem ainda cinco frequências semanais para o Porto Santo à partida de Lisboa.

0

No decorrer dos últimos meses, a Estratégia para o Turismo 2027, em construção, esteve em debate. Os Laboratórios Estratégicos de Turismo (LET) foram parte integrante desse processo, que culmina, no dia 4 de janeiro de 2017, com o LET nos Açores, em Ponta Delgada. O evento que tem como organizadores o Turismo de Portugal em parceria com a Secretaria Regional da Energia, Ambiente e Turismo dos Açores vai discutir publicamente, a Estratégia para o Turismo 2027 (ET 27), no Auditório da Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada.

Os Laboratórios Estratégicos de Turismo são espaços de discussão pública que promovem a partilha de conhecimento, identificação de áreas críticas e o desenho de soluções, e que resultam na delimitação de prioridades estratégicas através de contributos para a ET 27, considerando as especificidades e debatendo as tendências e desafios de âmbito regional, nacional e internacional.

Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal faz um balanço extremamente positivo destas iniciativas revelando que “a Estratégia para o Turismo 2027 foi, sobretudo, mecanismo gerador de sinergias por forma a potenciar o efeito catalisador do Turismo. Foi, por isso, importante ouvir, debater e alinhar com todos os agentes do setor as diversas atividades com as quais é necessário trabalhar em conjunto, colaborar de forma sistemática e natural. A responsabilidade é de todos nós. A nossa ambição é que o turismo e a economia nacional beneficiem desta que é uma das atividades mais geradoras de riqueza e emprego em Portugal ”.

Aquando da apresentação da ET27, em maio, os LET foram organizados nas 7 regiões turísticas, além de três LET temáticos, onde se abordaram assuntos como o “Conhecimento, Emprego e Formação“, “Competitividade e Inovação no Turismo” e “Tendências e Agenda Internacional“. Com o objetivo de construir um referencial estratégico para o Turismo em Portugal na próxima década.

O documento final com os contributos dos vários players deverá ser apresentado no primeiro trimestre de 2017.