TAP passa a oferecer voos para Beijing em code-share

0
594

A TAP Portugal passa a oferecer, a partir de hoje, voos em code-share com a Beijing Capital Airlines, o que se traduzirá em mais vantagens para os clientes de ambas as companhias.

Através deste acordo, a TAP passa a colocar o seu código em voos da Beijing Capital na primeira ligação direta entre Portugal e a China (Lisboa – Pequim – Hangzhou e à cidade chinesa de Chengdu, via Madrid).

A partir de Pequim, a Beijing Capital Airlines e a Hainan Airlines oferecem ainda ligações a Xangai, Cantão, Hong Kong, Wenzhou, Fuzhou, Xiamen, Qingdao e Wuhan, bem como a Macau.

Esta é a primeira ligação direita entre Portugal e a China, disponível para reservas e viagens nos sites de ambas as companhias e também através dos sistemas de reservas globais.

Este acordo vai permitir à TAP oferecer novos serviços para o mercado asiático, disponibilizando aos seus Passageiros uma escolha variada e acesso conveniente a importantes destinos de turismo e de negócios nesta região do mundo.

Os Passageiros que viajem até Lisboa a partir de Pequim ou Hangzhou têm disponíveis ligações intercontinentais a vários destinos TAP, sendo que os mais privilegiados serão Accra, São Tomé, Dakar e Praia, no continente africano, São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Belo Horizonte, no Brasil, e ainda, no mercado norte-americano, Miami, Boston e Nova Iorque. A TAP voa para mais de 40 destinos europeus a partir de Lisboa, o que permitirá aos Passageiros tirar ainda mais partido do seu Hub em Lisboa.

Por seu turno, a parceria com a TAP permitirá à Beijing Capital Airlines, subsidiária do Grupo HNA, a colocação do seu código em voos TAP em ligação com os seus serviços. Trata-se de voos entre Lisboa e Casablanca numa primeira fase, e em breve entre Lisboa e as cidades do Porto, Faro e Funchal, e Madrid.

O turismo proveniente da China com destino a Portugal tem verificado um aumento muito significativo, tendo o número de turistas chegado a 183 mil em 2016, de acordo com o Turismo de Portugal, mais 19 por cento que em 2015. A este fator juntam-se as vantagens estratégicas que o Hub de Lisboa oferece, como ponte para a Europa, África e Américas.

De acordo com Fernando Pinto, Presidente Executivo da TAP, “este acordo irá trazer grandes vantagens para aqueles que querem viajar entre a China e Portugal e sem dúvida irá intensificar as relações entre os dois países, seja através do turismo ou dos negócios. A TAP e a sua rede saem sem dúvida reforçadas com esta parceria.”

Adicionalmente, prevê-se, a breve trecho, a interligação dos Programas de Fidelização Victoria e Fortune Wings Club, que passarão a oferecer aos respetivos Clientes múltiplas opções de utilização e acumulação de milhas nas redes de destinos de ambas as Companhias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here