Taxa de ocupação mais elevada para unidades de 5 estrelas em dezembro

0
706

Em dezembro de 2015 a taxa de ocupação quarto subiu 1,68% em comparação com o período homólogo do ano anterior, atingindo os 42,12%, de acordo com o AHP Tourism Monitor.

Registou-se um aumento deste indicador em quase todas as categorias, com destaque para as unidades de cinco estrelas que no total das várias regiões do País registaram um aumento de 4,37% face ao ano passado.

Cristina Siza Vieira, presidente executiva da AHP, afirma que “em dezembro, registou-se um crescimento significativo da taxa de ocupação nas unidades hoteleiras de cinco estrelas com especial aumento nas unidades situadas no Estoril (mais 8,49%), Madeira (8,64%) e, embora mais modestamente, Lisboa (mais 3,11%). Esta categoria tem tido especial relevância em Lisboa uma vez que tem sido responsável pela manutenção deste indicador nesta região porque as restantes categorias têm vindo a registar um decréscimo de TO desde julho”.

“O balanço do ano de 2015 (dados acumulados de janeiro a dezembro) serão apresentados na BTL – Feira Internacional de Turismo mas podemos desde já adiantar que o ano de 2015 foi bastante positivo para a operação hoteleira nacional, com subida nos principais indicadores, destacando-se o RevPar com um aumento de 13,54% em comparação com o ano de 2014”, acrescenta a responsável.

Os destinos turísticos com a taxa de ocupação por quarto mais elevada foram Madeira (59,02%), Lisboa (52,94%) e Grande Porto (46,01%).

O preço médio por quarto ocupado subiu 7,48% (fixou-se em 67,13 euros) e o RevPar – preço médio por quarto disponível – aumentou 11,96% (fixou-se em 28,28 euros).

Os destinos turísticos com o RevPar mais elevado foram Madeira (42,22 euros), Lisboa (42,07 euros) e Grande Porto (30,12 euros).

A receita média por turista no hotel foi de 99 euros (mais 6,89% do que em dezembro de 2014) e a estadia média de 1,69 dias, valor idêntico ao verificado no período homólogo.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here