Portugália desaparece e dá lugar à TAP Express

0
783

TAP Express é a nova marca do Grupo TAP, que vem substituir a regional PGA – Portugália, a partir de 27 de março.

Fernando Pinto, presidente executivo da TAP, avançou hoje, em conferência de imprensa, que junto com a nova marca surge a renovação total da frota da antiga PGA, com mais uma aeronave do que atualmente. A TAP Express passará a contar com oito aeronaves ATR72, com capacidade para 70 passageiros – que irão substituir os atuais E145, já com 18 anos de operação – e ainda nove aviões Embraer 190, para 110 passageiros – que vêm tomar o lugar dos já “experientes” Fokker 100, em operação há mais de 25 anos. Serão ao todo 17 aeronaves a chegarem até julho deste ano, embora metade dos ART tenham já dois anos de operação ao serviço da brasileira Azul.

Um investimento na ordem dos 400 milhões de euros, em sistema de leasing, que vem, segundo Fernando Pinto, permitir que a empresa seja “muito mais agressiva e competitiva no mercado”, além de torna-la eficiente. A substituição dos E145 pelos ATR72 permitirão tornar as operações 67% mais eficientes do que o são atualmente, ao passo que os Embraer 190 o serão em 17% mais do que os Fokker 100. “Estamos a ganhar 40% de eficiência com esta nova frota. É um enorme salto”, enalteceu o gestor.

A agora TAP Express passa a ter a frota regional mais moderna e eficiente da Europa, o oposto do que vinha a acontecer com a PGA e que para responsável por “grande parte dos atrasos nos voos nos últimos anos”.

“O passageiro que vem de fora, em voos de ligação, e de repente é atendido por um voo da PGA acha estranho porque esta é uma empresa que não é conhecida internacionalmente e depois porque a sua frota é bastante antiga. Temos que tirar esta confusão da cabeça do cliente e, como a PGA é extremamente importante para o negócio da TAP, nada melhor que adaptar o nome e marca”, esclareceu Fernando Pinto aos jornalistas.

Os ATR72 são considerados atualmente a aeronave mais silenciosa e eficiente do mercado. Pelo seu lado, os Embraer190, cuja configuração disponibiliza confortáveis assentos em filas de 2 mais 2 lugares, são, com frequência, apontados pelos passageiros como o avião mais confortável no seu segmento de mercado.

A nova frota proporciona uma maior eficiência, com o consumo de combustível a ser reduzido em 40% e as emissões de carbono a serem diminuídas na mesma percentagem.

A integração destes aviões na frota, em tão curto espaço de tempo, só foi possível graças à cooperação existente entre a TAP e a Azul, que se tem traduzido em diversas sinergias de que aproveitam ambas as companhias. O facto de a companhia brasileira dispor da maior frota do mundo de aviões Embraer e ATR garante-lhe um poder negocial que foi utilizado em benefício da companhia portuguesa. Refira-se ainda que a frota ATR e Embraer da Azul utiliza já a Manutenção da TAP.

 

Ponte aérea entre Lisboa e Porto hora a hora

 

Serão 16 partidas diárias por hora em ambos os sentidos entre Lisboa e Porto que a TAP Express e a TAP vão passar a operar, num total de 57 frequências a mais por semana entre as duas principais cidades portuguesas, num total de 114 voos. “A operação será feita maioritariamente pela TAP Express, mas nas horas de maior pico, de manhã e ao final do dia, será a TAP operar com uma aeronave A320”, afirmou o presidente executivo da TAP.

O preço por trajeto surge a partir dos 39 euros, com taxas incluídas e esta “Ponte Aérea” oferece um produto e serviço inovadores, com check-in e portas de embarque dedicados e embarque rápido e simples.

O objetivo deste grande reforço de operação passa por beneficiar os clientes do norte do País nas ligações ponto-a-ponto a Lisboa, oferecendo-lhes ainda melhores ligações para toda a Rede TAP. “Queremos ainda entrar em concorrência direta com os comboios e autocarros”, referiu, desvalorizando o facto das companhias low-cost o fazerem a preços ainda mais competitivos.

Para manter, apesar do especulado em dezembro passado, são as operações de longo curso a partir do Porto para Nova Iorque, São Paulo e Rio de Janeiro, assim como as ligações diretas da Invicta para Madeira, Madrid, Paris, Londres, Amesterdão, Luxemburgo, Genebra e Zurique (88 voos por semana).

 

Melhoria de rentabilidade em 60 milhões

 

As medidas anunciadas hoje irão permitir, de acordo com as palavras de Fernando Pinto, uma melhoria da rentabilidade da TAP em 60 milhões de euros por ano.

“Os investimentos já em curso, que incluem a encomenda de 53 novos aviões, 60 milhões de euros na modernização dos interiores da atual frota, 11 milhões na introdução de dispositivos sharklet em 12 aviões da família A320, 2 milhões numa nova plataforma digital de reservas e agora o aumento e renovação total da frota PGA, permitem-nos encarar o futuro com toda a confiança de que a TAP Portugal vai ser cada vez mais forte, aumentando assim o seu já muito importante contributo para a economia nacional e para a afirmação de Portugal no mundo”, concluiu o responsável.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here