Small Portuguese Hotels apoia lançamento de pequenas unidades hoteleiras no mercado

0
44

A Small Portuguese Hotels, empresa da Great Hotels of the World, surgiu recentemente no mercado para apoiar pequenas unidades hoteleiras a lançarem-se no mercado.
Pedro Colaço, CEO da Great Hotels of the World, esteve à conversa com a VIAJAR MAGAZINE para dar a conhecer um pouco mais a marca que garante que os animais de companhia são bem vindos em  todas as suas unidades.

Viajar Magazine – Como surge a Small Portuguese Hotels?
PC – A Small Portuguese Hotels (SPH) surge com a missão de apoiar o relançamento das atividades no setor hoteleiro e promover o turismo nacional, assim como contribuir para a retoma da economia no global. Para além de apoiar hotéis de pequena dimensão – têm em média 35 quartos – tem também como objetivo apoiar os negócios locais de menor dimensão que, de um momento para o outro, se viram numa situação muito fragilizada. Ao disponibilizar uma plataforma de gestão de reservas diretas, impulsionam as vendas e aumentam a margem de negócios destas pequenas unidades.
Apesar de ter surgido num contexto pós-Covid, e, por isso, com foco no mercado nacional, a SPH é um projeto a longo prazo, em constante evolução. Acreditamos que a tendência de procura por produtos locais, de menor dimensão, diferenciadores e autênticos se irá manter. Assim, a missão da SPH mantém-se nos mercados nacionais e, em breve, também a nível internacional.

VM – O intuito da SPH é o de apoiar pequenas unidades hoteleiras no seu processo de abertura?
PC – O principal objetivo da SPH é ajudar pequenas unidades hoteleiras na reabertura do seu negócio, depois de se terem visto forçados a fechar portas. A nossa missão consiste em apoiar a economia do País através da criação de uma marca de representação para hotéis independentes portugueses, e da criação de uma nova plataforma de distribuição de reservas diretas, impulsionando as vendas e aumentando o seu negócio.
Disponibilizamos aos hotéis ferramentas de marketing que facilitam a comunicação com o cliente para um atendimento personalizado, enquanto apoiamos estas pequenas unidades hoteleiras a competirem nacional e internacionalmente com as grandes marcas.
Em suma, a SPH é um incentivo aos portugueses para conhecerem o país de norte a sul e ilhas, ao mesmo tempo que apoia o turismo nacional e os negócios locais.

VM – No fundo quais são as mais valias que a SPH vai trazer para um pequeno hotel?
PC – A Small Portuguese Hotels é uma marca de representação que dá mais visibilidade e reconhecimento aos hotéis de pequena dimensão e oferece serviços de marketing e vendas que estes hotéis têm dificuldade em aceder, quer porque as suas equipas mais pequenas não permitem, quer por terem custos que não se enquadram nos seus orçamentos. Estes serviços incluem a assessoria de imprensa, a negociação de parcerias com empresas de renome (como, por exemplo, ACP, Grupo Media Capital, Boa Cama Boa Mesa) e com uma grande base de dados de clientes que garantem a exposição dos nossos hotéis membros e um aumento rápido da quota de clientes.
Para além disso, no website da SPH os reservas são feitas diretamente com o hotel, o que reduz significativamente os custos de distribuição e incentiva os Portugueses a priviligiarem o contacto direto com os hotéis em deterimento de outras formas de marcação online menos vantagosas para os hoteleiros.

VM – Explique como funciona a vertente de Cashback que lançaram agora com a crise instalada no turismo e na hotelaria devido à pandemia?
PC – O programa de Cashback apresenta uma mecânica simples e imediata: ao efetuar a reserva no site da SPH, os utilizadores recebem um reembolso de 5% no valor da sua reserva, após o check-out, para usar em compras online ou para doarem a uma instituição à sua escolha, no âmbito da parceria estabelecida com a GlobalGiving. Uma vantagem imediata para os utilizadores e de incentivo à reserva e que se torna uma mais valia também para os hotéis, uma vez que funciona como uma forma de atrair e fidelizar clientes.

VM – Neste momento já têm quantos hotéis no vosso portfólio? E qual é a previsão até ao final do ano?
PC – Até ao momento, a Small Portuguese Hotels conta com 144 unidades de alojamento, de norte a sul do país e ilhas, tanto na costa, como nas cidades e no interior. Com uma boa relação qualidade preço, e hotéis entre 3 a 5 estrelas, a SPH oferece várias soluções, desde guest houses a apartamentos, hotéis a casas de campo, por todos os cantos do país.
Sendo um projeto em aberto, a SPH está constantemente a angariar novos hotéis, de forma a dar resposta às necessidades de todos os clientes, enquanto ajuda os hotéis por Portugal.

VM – Em junho passado lançaram também um website de reservas. Como está a correr este projeto?
PC – Dia 3 de outubro completamos 100 dias desde o arranque deste projeto e o balanço é muito positivo. Até ao momento, notamos uma crescente procura por parte dos clientes que visitam o nosso portal, que valorizam a facilidade de pesquisa, as opções de tipo de alojamento diversificado, para além da segurança no momento de reservar o seu hotel.
Com mais de 10 mil visitas semanais, temos melhorado o website com diferentes sugestões dentro do portfolio – como “hotéis a 1 hora de Lisboa / Porto” – para escapadelas de improviso, hotéis com experiências relacionadas com vinho, City Breaks, entre outros.

VM – Para que regiões do país é que os portugueses mais têm efetuado reservas?
PC – Naturalmente, na altura do verão, o Algarve e o Alentejo foram as regiões mais procuradas, mas sentimos também que o Norte e o Centro do país estão a ganhar relevo na hora dos utilizadores escolherem o seu destino.

VM – Desde junho que têm vindo a lançar algumas promoções direcionadas a cada unidade e ao local onde está inserida. Para o mês de outubro e até ao final do ano estão a pensar direcionar algumas promoções específicas?
PC – As promoções que disponibilizamos para os clientes da SPH resultam da parceria com várias marcas do mercado nacional, sempre com o foco de promover o turismo nacional.
Assim, para já disponibilizamos descontos para os sócios ACP (5% de desconto), a adicionar ao sempre presente programa de Cashback, em que os utilizadores recebem um reembolso de 5% no momento do check-out para compras online.
Estamos ainda em negociação de outras parcerias com várias empresas portuguesas relevantes para o setor, bem como ofertas exclusivas para o portal da Small Portuguese Hotels a partir de outubro.

VM – Tendo em conta que existem hoje tantos websites de reservas hoteleiras. Quais as mais valias para o cliente final reservar com uma unidade SPH?
PC – A SPH é hoje a maior coleção de hotéis independentes portugueses, que agrega uma imensa variedade de unidades, ideais para todo o tipo de experiência e todos os “bolsos”.
Hoje, mais do que nunca, a segurança tem um papel crucial na tomada de decisão dos utilizadores, e, ao contrário da maioria dos outros websites de reservas hoteleiras, as reservas feitas através da SPH são diretas com o hotel, garantindo total flexibilidade para alterações ou cancelamentos de última hora.
Ainda no que toca à segurança, para além da certificação “Clean and Safe” do Turismo de Portugal, os clientes têm ainda a garantia de que estes hotéis pontuam pelo menos 7 em 10 nos critérios impostos pela SPH, que vão desde a limpeza e higiene à oferta na área da restauração, reforçando a avaliação da qualidade das unidades hoteleiras.
Para além disso, poderão ainda usufruir de descontos das entidades parceiras da SPH e do programa de Cashback com benefícios imediatos e exclusivos da SPH.

Este slideshow necessita de JavaScript.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here