Best Western pretende angariar 30 novas unidades em Portugal e Espanha

Best Western pretende angariar 30 novas unidades em Portugal e Espanha

0

A cadeia hoteleira de gestão independente, de nacionalidade norte-americana, Best Western pretende vir a angariar mais 30 unidades nos próximos cinco anos em Portugal e Espanha, que se irão juntar às duas que já tem em Portugal (Porto e Faro) e às cinco em Espanha.

Oriol Maresch, diretor de desenvolvimento e operações para Espanha e Portugal da Best Western revelou, esta manhã, em conferência de imprensa, realizada em Lisboa, que estão já em negociações para a angariação de seis novos hotéis em Portugal, entre os quais um pertencente um pequeno grupo hoteleiro nacional. “A primeira negociação que estamos a fazer é para Lisboa, mas também temos contatos para fora de Lisboa”, adiantou o responsável.

Destinos onde principalmente a Best Western quer aumentar a sua presença em 2016 são: Madrid, Barcelona, Lisboa e suas respetivas áreas de influência e na região do Mediterrâneo, a Costa del Sol, os arquipélagos, o norte de Espanha e no Algarve.

A Best Western, que está presente em Portugal desde 1986, este ano já registou um volume de negócios de 3.125 milhões de euros, num aumento de 35% em relação a 2015, ano em que conseguiram atingir os 2.311 milhões de euros. As perspetivas de crescimento continuam e no acumulado de Portugal e Espanha, tencionam vir a aumentar os proveitos das unidades da Península Ibérica, nos próximos cinco anos, em torno dos 30%.

Um hotel que queira fazer parte da Best Western tem que ter em média 70 quartos e corresponder a determinados requisitos como colocar o logotipo da marca na fachada, receber formação específica, aderir às tecnologias disponibilizadas pela marca e modificar todo o branding associado.

David Ferreira, diretor do Best Western Inca Porto, afirmou, durante a conferência, que o seu hotel está agregado à marca Best Western há 15 anos e com ela têm conseguido crescer. “É mais fácil crescer na marca, do que sozinhos. Na Best Western estamos a crescer, temos projeção internacional, somos diferentes em relação à concorrência e depois a marca consegue negociar comissões com operadores que sozinhos não conseguiríamos, além de termos um cartão de fidelização (28 milhões de membros no mundo) que só por nós também seria impossível”, revelou, adiantado ainda: “a Best Western torna-nos fortes e competitivos”.

A Best Western fornece até 30% do volume de negócios para suas unidades, dependendo da localização, categoria e número de quartos que contam.

A cadeia desenvolveu uma nova imagem que está a ser implementada em todo o mundo e em todos os estabelecimentos com um design renovado, contemporâneo e moderno. Além disso, a cadeia tem melhorado a conectividade de todos os sistemas de computador, CRS, CRM, novo site, aplicações móveis, sistemas de gestão de PMS, bem como a conectividade global com diferentes operadores turísticos.

Criada em 1946, a maior rede hoteleira de hotéis de propriedade e operação independentes, conta com cerca de 4.100 hotéis em mais de 100 países e territórios em cinco continentes. Esta rede de hotéis é baseada em Phoenix, Arizona, Estados Unidos. O principal mercado Best Western International é a América do Norte, com mais de 2.000 hotéis, seguidos por Europa, com 1.400 hotéis.

A marca surge atualmente dividida em seis marcas: Best Western; ViB; Best Western Premier; Executive Residency; Best Western Plus; BW Premier Collection; e GLO.

SEM COMENTÁRIO

Leave a Reply