CTP alerta que fim do lay off simplificado é “um erro estratégico”

0
87

Francisco Calheiros, presidente da Confederação do Turismo de Portugal, considera que o fim do lay off simplificado é “um erro estratégico” e alerta para as dificuldades que as empresas ainda terão que passar durante, pelo menos, este e o próximo ano.

“O Governo esteve bem no início desta crise com o lançamento de medidas eficazes como o lay off simplificado, mas inexplicavelmente vai abandoná-lo. E não pode nem deve fazê-lo! É, em nossa opinião, um erro estratégico!”, frisou o presidente da CTP – Confederação do Turismo de Portugal, dirigindo-se diretamente do primeiro-ministro António Costa, presente na sessão de abertura da V Cimeira do Turismo Português, que teve lugar esta tarde, 28 de setembro, em Lisboa.

Para a CTP “o ano de 2020 está perdido, o ano de 2021 poderá trazer alguma recuperação, mas seguramente que a retoma só se iniciará em 2022” e por isso “os recursos das empresas de turismo estão canalizados para a sobrevivência do negócio”.

Segundo Francisco Calheiros, “podemos estar à beira de uma crise social e económica muito grave, e na falta de apoios concretos e que funcionem, não há legislação alguma que possa travar os despedimentos” e, por isso “o foco das atenções do Governo e dos Parceiros Sociais deve centralizar-se cada vez mais num esforço conjunto para não se deixar mergulhar o país numa forte crise social e económica”.

Por outro lado, o dirigente assegura que “muito se fala e negoceia em Bruxelas, mas a verdade é que se mantém um quadro de indefinição de quanto e quando chegará o apoio financeiro ao nosso país”, além de voltar a frisar a importância da criação de uma linha de apoio direta para o turismo.

E como já vem sendo hábito nos seus discursos, Francisco Calheiros aproveitou a ocasião para, mais uma vez, frisar a importância de começar rapidamente a construção no novo Aeroporto do Montijo, afirmando que “a margem para adiar o projeto já terminou e não há mais tempo a perder”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here