Portugal líder europeu em ocupação hoteleira entre agosto e novembro

por Sílvia Guimarães

Portugal foi o líder europeu em ocupação hoteleira, entre agosto e novembro deste ano, logo seguido pela Irlanda, Reino Unido e Itália, afirmou Robin Rossmann, managing director da consultora STR Global, na sessão que marcou ontem, dia 16 de novembro, o arranque do 33º Congresso Nacional da Hoteleira, organizado pela AHP e que irá decorrer, em Fátima, até dia 18 de novembro.

Segundo o especialista, a hotelaria em Portugal está ainda “a demonstrar a tendência mais forte de recuperação da tarifa média diária, em relação à europa como um todo”.

A ADR, tarifa média diária, tem assistido a uma “enorme recuperação” pelo mundo, com um incremento médio de 10 pontos percentuais face ao ano de pré-pandemia, tendo em conta uma base nominal, que não tem em conta a inflação, e tendo ficado “ligeiramente a baixo de 2019” quando se ajusta a comparação à inflação.

Ao contrário do que se esperava no início deste ano, “a procura hoteleira mundial, mesmo tendo em conta a situação que vivemos atualmente [devido às consequências devastadoras que a guerra no Ucrânia está a ter na economia mundial], já atingiu os 94% de recuperação, quando comparando com o excelente ano de 2019”, enalteceu.

Analisando por regiões frisou que a Europa ficou apenas 5% a baixo de 2019 no mês de setembro de 2022 em relação a taxas de ocupação, ao passo que a Ásia, por ter-se mantido fechada mais tempo devido à pandemia, ficou 14% a baixo desse período de 2019. No ajuste à inflação, a tarifa média diária “estava 22% acima de 2019 no mês de Setembro e 17% acima de 2019 nos nove meses até Setembro”, disse.

Entre agosto e novembro deste ano, Portugal ficou no topo da recuperação da ADR na europa, apenas ultrapassado pela Itália, e seguido pela Irlanda, França, Reino Unido, Países Baixos, Espanha e Alemanha, esclareceu Robin Rossmann.

Numa análise restrita, a taxa de ocupação em Portugal, entre junho e agosto, ficou entre os 71% e os 86%, tendo a liderança ficado em Faro e Portimão, que chegaram aos 89% de ocupação, tendo chegado muito perto dos números de 2019.

A Viajar Magazine no 33º Congresso da Hotelaria, a convite da AHP

Artigos relacionados:

Congresso Hotelaria: Hoteleiros querem ver “alargadas as maturidades das linhas de crédito” apesar de 2022 estar a “ser um ano excecional”

António Costa Silva anuncia apoio de 50M€ para empresas do turismo e indústria

Congresso Hotelaria: “Falta de oportunidade da semana dos quatro dias é total”, afirma CTP

Congresso Hotelaria: Semana laboral de quatro dias “é a segunda maior vergonha nacional”, defende Grupo Pestana

Congresso Hotelaria: Pedro Siza Vieira defende que Portugal está em vantagem relativamente a outros destinos europeus

ANA Aeroportos defende revisão da diretiva de slots para 90% de obrigatoriedade de utilização

Congresso Hotelaria: “Beneficiámos com a guerra na Ucrânia, como beneficiámos com a Segunda Guerra Mundial”, garante Marcelo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here