ANA Aeroportos defende revisão da diretiva de slots para 90% de obrigatoriedade de utilização

por Sílvia Guimarães

A ANA Aeroportos afiram que as companhias aéreas deveriam ser obrigadas a assegurar “90% dos slots” que lhe são atribuídos, para otimizarem a utilização da capacidade dos aeroportos”.

“Uma companhia aérea pode usar apenas 80% dos slots que pede, mantendo poder cativo dos 100%. E isso, claramente, devia ser revisto a nível internacional. Para 90%, ou por aí, de forma a otimizar a capacidade dos aeroportos”, opinou Francisco Pita, CCO da ANA, que participava num dos painéis do 33º Congresso Nacional de Hotelaria e Turismo, que termina hoje em Fátima.

A Comissão Europeia, por forma a facilitar a vida às companhias aéreas, decidiu, no início da pandemia, passar temporariamente a utilização dos slots para 75%, medida que vai perdurar até março de 2023, altura em que deverá voltar ao normal, ou seja, aos habituais 80%.

Francisco Pita considera que esta medida tem de ser revista porque já tem cerca de três décadas e porque “o mercado da aviação mudou de uma forma absolutamente radical” neste anos, definindo a revisão da diretiva como “absolutamente estratégica”, dando a “possibilidade de entrada de outras companhias aéreas”, dado que a atual diretiva dá “sempre prioridade às companhias que já operam e dificulta muito a entrada de novos operadores no mercado”.

A Viajar Magazine no 33º Congresso da Hotelaria, a convite da AHP

Artigos Relacionados:

Portugal líder europeu em ocupação hoteleira entre agosto e novembro

Congresso Hotelaria: Hoteleiros querem ver “alargadas as maturidades das linhas de crédito” apesar de 2022 estar a “ser um ano excecional”

António Costa Silva anuncia apoio de 50M€ para empresas do turismo e indústria

 

Congresso Hotelaria: “Falta de oportunidade da semana dos quatro dias é total”, afirma CTP

Congresso Hotelaria: Semana laboral de quatro dias “é a segunda maior vergonha nacional”, defende Grupo Pestana

Congresso Hotelaria: Pedro Siza Vieira defende que Portugal está em vantagem relativamente a outros destinos europeus

ANA Aeroportos defende revisão da diretiva de slots para 90% de obrigatoriedade de utilização

Congresso Hotelaria: “Beneficiámos com a guerra na Ucrânia, como beneficiámos com a Segunda Guerra Mundial”, garante Marcelo

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here