Terça-feira, Janeiro 21, 2020
Tags Post com a tag "Turismo Religioso"

Turismo Religioso

0

“O ano de 2017 foi excecional para Fátima, pela via do Centenário das Aparições e a visita do Papa Francisco. Provavelmente ultrapassamos os 8 milhões de peregrinos em Fátima. Além disso também podemos pensar que teremos ultrapassado 1,100 milhões de dormidas em Fátima”, foi assim que o presidente da ACISO – Associação Empresarial Ourém-Fátima, Domingos Neves, iniciou esta quarta-feira, 10 de janeiro, a conferência de Imprensa sobre os resultados e ações de 2017 e ainda as novidades para 2018.

O mesmo responsável sublinhou ainda o facto de “Fátima ser uma marca mundialmente conhecida”, congratulando os “hoteleiros da região que foram capazes de requalificar as suas unidades para responder às exigências dos peregrinos. Fátima conta atualmente com 12 unidades hoteleiras de quatro estrelas”.

Segundo o vice-presidente da ACISO, Alexandre Marto, e de acordo com os dados publicados mensalmente pelo Travel BI do Turismo de Portugal, “se a nossa estimativa estiver correta significa que Fátima em 2017 atingirá 775 mil noites de estrangeiros, 242 mil noites nacionais, colocando o peso nacional nos 25% e algumas nacionalidades como a Polónia e a Itália acima, pela primeira vez, das 100 mil noites observadas em Fátima”, acrescentando que também pela primeira vez “a taxa de ocupação alcançará os 40%, sendo que em 2016 foi de 30%”.

O que traz 2018

No encontro, onde marcaram ainda presença, a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, o presidente da Câmara Municipal de Ourém, Luís Albuquerque, o presidente das ARPT/ERT do Centro de Portugal, Pedro Machado e Jorge Brandão da CCDR Centro, foram divulgadas algumas iniciativas para 2018, como a realização do VI Workshop Internacional de Turismo Religioso que este ano se desenrola em Fátima e Guarda, entre 22 e 24 de fevereiro, com uma novidade incluída: o Turismo da Herança Judaica.

Para já e segundo a ACISO, o evento deverá contar com 700 participantes, 150 hosted buyers, 150 suppliers e 40 expositores. Todos os buyers serão convidados a fazer um tour pelas regiões do Centro, Alentejo e Porto e norte e a visitarem a BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa.

Na calha estão ainda projetos como os Caminhos de Fátima que envolvem a participação de vários municípios e a Rota das Carmelitas (que liga Coimbra a Fátima pelo interior e que em maio deverá estar concluída).

Também Ana Mendes Godinho se mostrou muito satisfeita com os resultados divulgados, reforçando que a “aposta no Turismo Religioso tem sido um trabalho conjunto, na última década” e sublinha que “Fátima foi palco da mensagem de paz pelo Papa Francisco ao mundo”.

A secretária de Estado do Turismo revelou ainda que em abril será lançada uma plataforma online dos Caminhos da Fé, que incluirão os Caminhos de Fátima, os Caminhos de Santiago, a Herança Judaica e os Altares Marianos em Portugal.

 

0

Israel, Itália, Europa Central, Grécia e Turquia são as grandes apostas da Geostar no que concerne ao Turismo Religioso e Cultural para 2018, segundo avançou esta segunda-feira, 11 de dezembro, Luís Albuquerque, o gestor responsável por aquele departamento, à margem do almoço anual de Natal do operador, que reuniu cerca de 100 convidados, em Lisboa.

O responsável revelou ainda que no próximo ano será lançada a primeira peregrinação à Terra Santa para pessoas com mobilidade reduzida, embora ainda não haja datas marcadas.

Novidade também, mas desta vez anunciada pelo administrador da Geostar, Gonçalo Salgado, é o facto de a empresa mudar de instalações no início de 2018, para perto do Centro Cultural de Belém. “Um local diferente a que não estamos habituados, mas que aprenderemos a viver neste novo local de trabalho”, disse. Para já e enquanto não se mudam, o responsável presenteou os convidados, entre eles o Núncio Apostólico em Portugal D. Rino Passigato, D. Teodoro de Faria, bispo emérito do Funchal, a Embaixadora da Columbia, Carmenza Jaramillo, Zeynep Kaleli Cruz Neves e Pedro Costa Ferreira, presidente da APAVT, com o tradicional pastel de Belém, dando ênfase ao cartaz exposto na sala onde se realizou o evento “Belém’18 – Uma viagem com experiências deliciosas”.

Balanço de 2017

Luís Albuquerque fez ainda um balanço do Turismo Religioso e Cultural na Geostar – marca comercial da empresa RASO – Viagens e Turismo, SA e participada a 100% pela SpringWater Capital: “Trabalhamos com o ano pastoral que vai de setembro a setembro. Viana, Praga e Budapeste, capitais bálticas, mas também a Rússia foram os destinos mais fortes em 2017. Os clássicos destinos de Terra Santa e Itália foram aparecendo, mas não foram o enfoque”.

Segundo o mesmo responsável as viagens de autocarro têm reduzido, dando lugar a maior procura de viagens de avião, com boas perspetivas para 2018.

“A nível do nosso leque de clientes tivemos um crescimento de 2 ou 3% face ao ano anterior. Mas tivemos um crescimento, isso sim, ao nível do preço de venda e do número de participantes. Se em média em 2016 tivemos mais ou menos 34 a 35 pessoas por grupo, este ano chegámos às 38 ou 39 pessoas por grupo. O mesmo se passou em termos do preço médio de venda que em 2016, mais ou menos andou nos 1.110 euros, e este ano já rondou os 1.200 euros. Ou seja, este acréscimo potenciou um crescimento e ultrapassámos os objetivos propostos não em número de viagens, mas em número de pessoas e em número médio de vendas”, explicou Luís Albuquerque.

Perspetivas para 2018

“Para 2018 temos já vários grupos para Israel”, disse ainda o mesmo responsável, garantindo que até agora a atual questão político-religiosa que se instalou no país não provocou nenhuma desistência até ao momento.

A Turquia também vai ser um destino a retomar pela Geostar e segundo Luís Albuquerque apresenta preços bem apetecíveis.

Os destinos asiáticos, que já em 2016 e 2017 começaram a ser procurados vão manter-se, como a Tailândia ou a Índia.

0

A eDreams acaba de apresentar um estudo onde anuncia um aumento de turistas em Portugal durante a visita Papal.

O turismo interno regista o maior crescimento, com um aumento de visitas de portugueses na ordem dos 86%.

A análise da eDreams permite identificar o top 5 de países de origem dos visitantes que, na segunda semana de maio, visitam o território português, onde França assume a liderança, correspondendo a 11% dos visitantes, seguida da Alemanha, Reino Unido, Espanha e Suíça, com 9%, 8% e 6% respetivamente. A completar o ranking eDreams surgem ainda Itália, Portugal, Luxemburgo, Bélgica e Países Baixos.

Analisando as cidades de origem dos turistas, verifica-se que Paris, Londres e Madrid representam 34% dos turistas durante a visita do Papa Francisco, sendo que a primeira, Paris, é a responsável pela chegada de 23% de visitantes.

A par dos portugueses, os holandeses e polacos são os turistas responsáveis pelo maior crescimento de turismo em Portugal, comparativamente ao período homólogo de 2016, com um aumento de 71% e 67%, respetivamente, seguidos dos cabo-verdianos e italianos, com 54% e 26%.

Turismo religioso revela tendência de crescimento

A análise da eDreams revela ainda a tendência de crescimento do turismo religioso um pouco por todo o mundo, com destaque para Lourdes, localizada no Sul-Pirenéus e para a cidade de Jerusalém, em Israel.

Lourdes, a comuna francesa com mais de 15 mil habitantes, é considerada um dos locais católicos de maior culto em todo o mundo. À semelhança do decorrido em Fátima no ano de 1917, também em Lourdes existiram relatos de que uma menina de 14 anos, Bernadette Soubirous, teria avistado a Virgem Maria. Aprovada e contestada a aparição por parte da Igreja Católica, Lourdes torna-se uma das localidades com maior importância turística em toda a França. Em 2017, segundo dados da eDreams, a localidade foi já visitada por milhares de turistas, na sua grande maioria franceses (56%), Italianos (27%) e Ingleses (13%).

Localizada num planalto nas montanhas da Judeia, entre o Mediterrâneo e o Mar Morto, Jerusalém é uma das mais antigas cidades do mundo e com mais história religiosa associada. Com fortes ligações ao Cristianismo mas também ao Judaísmo e ao Islamismo, esta cidade constituiu parte da vida de Jesus Cristo, sendo o local onde viveu toda a sua vida, tendo sido posteriormente crucificado. Por ser um local de culto, Jerusalém recebe por ano inúmeros turistas, essencialmente franceses (35%), alemães (23%) e italianos (5%).

0

Arrancou ontem, em Fátima, o 5º Workshop Internacional de Turismo Religioso, uma iniciativa que reuniu mais de 700 profissionais do setor no Centro Pastoral de Paulo VI e que teve o seu ponto alto no seminário subordinado ao tema “Dando as boas vinda ao Papa: o turismo e os grandes eventos religiosos”.

A organização admite o êxito da iniciativa: “Conseguimos pôr de pé aquele é já hoje considerado o maior evento para profissionais de Turismo Religioso”, refere Domingos Neves, presidente da ACISO – Associação Empresarial de Ourém-Fátima. Segundo o mesmo responsável, “o reconhecimento do Turismo Religioso como produto estratégico para a promoção de Portugal é o culminar de uma luta de muitos anos”.

No primeiro painel de oradores, especialistas na organização de grandes eventos religiosos, como o francês Patrick Vinuales do Hotels Vinuales, em Lourdes, ou Symon Gatlik do Munícipio de Cracóvia, apresentaram na primeira pessoa casos de sucesso que criaram um efeito turístico local positivo a longo prazo. O impacto de grandes peregrinações e a organização de eventos como as Jornadas Mundiais da Juventude são exemplo de um trabalho de cooperação local com impacto mundial. Ambos reforçaram que parte da receita do sucesso do Turismo Religioso nos seus países passa por associar a experiência espiritual com o património e conhecimento seculares.

No segundo painel, o grande foco foi para a segurança, com a presença do capitão Carlos Canatário, da GNR, e o comandante Mário Silvestre da ANPC. O Capitão Carlos Canatário referiu que, para o centenário e a vista do Papa Francisco, a GNR terá com uma política de comunicação “clara, atempada e direcionada aos diferentes públicos”. No que diz respeito à segurança rodoviária, fez referência “às vias alternativas para chegar a Fátima: as estradas nacionais”, prevenindo assim o engarrafamento da autoestrada. Quanto ao estacionamento, afirmou que “fora da Cova da Iria e em torno da cidade de Fátima estão a ser preparadas várias bolsas de estacionamento”. Entre os dias 11 e 13 de maio o trânsito será condicionado, havendo mesmo momentos em que estará totalmente encerrada a circulação na Cova da Iria, pelo que é importante que as entidades e comércio local estejam antecipadamente preparadas e abastecidas.

A intervenção do comandante Mário Silvestre, da ANPC, seguiu também pela segurança, mas do ponto de vista da prestação de socorro e assistência, referindo mesmo o estado débil e suscetível em que muitos peregrinos chegam a Fátima. Neste sentido, há um plano alargado de apoio que estará na rua entre 5 e 21 de maio, atingido o seu auge de intensidade nas datas de 12 e 13 de maio. A operação para as comemorações do Centenário de Fátima e a visita do Papa Francisco irá contar com um corpo de 565 operacionais e está organizada em três níveis de ação: o nível um ligado à prevenção de situações de perigo e confusão, o nível dois centrado em toda a afluência de peregrinos nos dias 12 e 13 de maio, e o nível três, de caracter sigiloso, dedicado a situações excecionais. Dentro e fora cidade de Fátima haverá pontos estratégicos de atuação para prestar todo o apoio necessário nos dias de maior afluência.

No final da manhã, a Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, referiu que atualmente, em Portugal, o turismo representa “17% das exportações totais de bens e serviços e 49% da exportação de serviços”, sendo o Turismo Religioso uma forte aposta no combate à sazonalidade do setor. A Secretária de Estado do Turismo fechou a sua intervenção com um apelo á união: “Saibamos aproveitar estas oportunidades, deitemos abaixo os preconceitos para comunicar o bem comum.”
Após o seminário, os trabalhos do 5º Workshop Internacional de Turismo Religioso prosseguiram para as reuniões business to business entre hosted buyers e operadores turísticos nacionais. Para encerrar o primeiro dia de trabalhos, o Turismo Centro Portugal, juntamente com a Câmara de Municipal de Alcobaça ofereceram a todos os participantes do 5º WITR um jantar nos espaços de um edifício que para além de histórico, é Património Mundial da UNESCO, o Mosteiro de Alcobaça.

0

O seminário “Dando as boas vindas ao Papa: o turismo e os grandes eventos religiosos” abre a 5ª edição do Workshop Internacional de Turismo Religioso, no próximo dia 9 de março em Fátima. O Centro Pastoral de Paulo VI é o local escolhido para receber o seminário que irá debater a organização de grandes eventos religiosos.

A sessão de abertura terá, entre outros convidados, a presença da Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho e do Reitor do Santuário de Fátima, o Padre Carlos Cabecinhas. O primeiro painel, com o tema “O turista religioso e o impacto do evento”, é composto por profissionais internacionais com experiência na organização de eventos religiosos e toda a estrutura logística que implicam.

O segundo painel, cujo tema é “Turismo Religioso: os desafios na organização de grandes peregrinações mundiais”, conta com a presença de representantes da Guarda Nacional Republicana (GNR) e da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), que vão debater a segurança em eventos com grandes multidões. Serão abordados temas como a gestão de trafego urbano na cidade de Fátima durante os dias da visita do Papa Francisco e das comemorações do Centenário das Aparições de Fátima.

A entrada no seminário é gratuita e as inscrições podem ser feitas através do site do Workshop Internacional de Turismo Religioso (www.iwrt.pt).

0

Os recordes da edição anterior do Workshop Internacional de Turismo Religioso foram ultrapassados e em 2017 estarão em Fátima 133 compradores internacionais. Em ano de comemorações do Centenário das Aparições de Fátima vão estar em Portugal, na 5ª edição do WITR, hosted buyers dos cinco continentes.

À exceção do continente africano, todos os continentes aumentam o número de compradores relativamente a 2016: 43 hosted buyers europeus, 21 asiáticos e 66 americanos.

As novidades das presenças para as reuniões business to business começam pela presença da Austrália. Pela primeira vez, o país da Oceânia completa o painel dos cinco continentes no maior fórum de profissionais do turismo religioso do mundo. No leque do continente asiático estreia-se este ano Singapura. O Curação, Perú e a República Dominicana são os três novos países que representam o continente americano.

As maiores comitivas de compradores chegam da América do Sul, do Brasil e da Colômbia, com 18 e 11 compradores respetivamente. Da Europa, a Polónia estará representada por 16 hosted buyers. No continente americano, mais de metade dos seus representantes são oriundos de países da América do Sul.

Domingos Neves, presidente da ACISO – Associação Empresarial de Ourém-Fátima, reforça que “as comemorações do Centenário das Aparições de Fátima estão a gerar grande interesse por Fátima e pelo turismo religioso português. Os países que voltam a participar nas reuniões B2B aumentaram as suas comitivas. É sinal que o que estamos a fazer está a gerar impacto positivo nacional e internacionalmente.”

O 5º Workshop Internacional de Turismo Religioso realiza-se a 9 e 10 de março, no Centro Pastoral de Paulo VI.

Importa referir ainda que as inscrições para suppliers, reabertas no passado dia 23, em poucas horas esgotaram as vagas disponíveis.

0

De acordo com Pedro Machado, presidente da Entidade Regional de Turismo do Centro de Portugal, “foi com enorme satisfação e regozijo que recebemos hoje a confirmação através de comunicado da Presidência da República, da deslocação do Papa Francisco a Fátima, nos dias 12 e 13 de maio de 2017, no âmbito do Centenário das Aparições”.

A Turismo Centro de Portugal associa-se a este evento através de todo um conjunto de ações a realizar, nomeadamente e em particular, a produção de um vídeo promocional sobre o produto “Turismo Religioso”, estratégico para o Centro de Portugal, e que, no âmbito de uma parceria com o grupo Solférias, irá ser transmitido nos voos charter que a TAP organiza para várias cidades do Brasil, no período de Natal e de Fim de Ano, pretendendo atingir milhares de passageiros.

O referido vídeo será oficialmente apresentado em Fátima, na quinta-feira, dia 22 de dezembro, altura em que será igualmente assinado um protocolo de colaboração entre a Turismo Centro de Portugal e a ACISO – Associação Empresarial Fátima-Ourém.

Por esta ocasião, serão conhecidas todas as medidas e atividades a desenvolver e a implementar com vista à promoção conjunta do projeto “Fátima 2017 – Ações para consolidar uma marca”.

0

Airbnb espera crescimento exponencial da oferta de alojamento local nos meses que antecedem a visita do Papa Francisco em Maio de 2017.

Dados da Airbnb indicam que na área de influência (cidades circundantes: Batalha, Ourém, Santarém, Leiria, Tomar ou Torres Novas) do Santuário de Fátima existem, de momento, 411 anúncios ativos na plataforma. Entre outubro de 2015 e setembro de 2016, os anfitriões na Airbnb da região hospedaram 4807 visitantes, o que representou um crescimento de mais de 250% face ao ano anterior. Cada um destes passou, em média, 4,1 noites nos locais e, igualmente em média, cada grupo visitante era composto por 3,9 pessoas. Estes números revelam uma forte tendência de crescimento, que deverá continuar a acelerar até maio de 2017.

Ricardo Macieira, country lead Airbnb, afirma que “a Airbnb tem um longo historial de apoio às comunidades em grandes eventos. Os anfitriões abrem as suas portas aos visitantes e proporcionam experiências únicas. Além disso, a maioria dos anfitriões na Airbnb partilha a sua própria casa, tendo a possibilidade de beneficiar dos impactos económicos proporcionados pelos grandes eventos. A amplitude deste evento proporciona isso mesmo e é essencial projetar a visita papal ao Santuário e encontrar formas de alojamento alternativas, para as centenas de milhares de fiéis que, com certeza, se deslocarão a Fátima por essa altura”.

Por conseguinte, a área de influência assume um papel preponderante em termos de hospedagem para os peregrinos ou fiéis que se desloquem ao Santuário de Fátima. Fomentando a economia local, aquando da visita a um dos destinos de maior relevo para o turismo religioso europeu.

Esta peregrinação ao Santuário de Fátima comemora o denominado “Milagre do Sol” que ocorreu a 13 de outubro de 1917, em Fátima, com a aparição da Nossa Senhora das Dores a mais de 50 mil pessoas, segundo relatos da época.

0

A BTL – Feira Internacional de Turismo e a ACISO voltam a unir esforços para potenciar a promoção do Turismo Religioso junto dos mercados internacionais.

A BTL e a ACISO firmaram nova parceria no âmbito da realização do IV Workshop Internacional de Turismo Religioso, que vai decorrer em Fátima no dia 26 de Fevereiro. Através deste protocolo, os compradores internacionais de ambos os eventos terão acesso um programa de reuniões e pós tours focado no Turismo Religioso.

Fátima Vila Maior, diretora de área de feiras da FIL responsável pela BTL, explica que “esta parceria insere-se no foco da BTL nos produtos turísticos junto dos buyers. O turismo religioso é, de facto, um produto estratégico para alguns mercados estrangeiros e por isso faz todo o sentido esta promoção especializada”.

“Este protocolo é uma mais-valia para ambas as entidades. A BTL terá, com certeza, bastante interesse para os compradores internacionais que participam no workshop em Fátima e que poderão prolongar a sua visita em Portugal. Por outro lado, os compradores estrangeiros que visitam a Feira também poderão antecipar a sua viagem e participar no workshop promovido pela ACISO e visitarem Fátima”, conclui a responsável.

Alexandre Marto, vice-presidente da ACISO, acrescenta que “o Workshop Internacional de Turismo Religioso realiza-se em Fátima pelo quarto ano e prevemos reunir cerca de 100 buyers internacionais. Além dos tradicionais mercados europeus e brasileiro queremos reforçar os mercados asiáticos e América Latina. Contamos pela primeira vez com representantes do mercado africano”.

Esta parceria inclui também a integração da ACISO na Comissão de hosted buyers da BTL.