Terça-feira, Janeiro 21, 2020
Tags Post com a tag "Fátima"

Fátima

0

“O ano de 2017 foi excecional para Fátima, pela via do Centenário das Aparições e a visita do Papa Francisco. Provavelmente ultrapassamos os 8 milhões de peregrinos em Fátima. Além disso também podemos pensar que teremos ultrapassado 1,100 milhões de dormidas em Fátima”, foi assim que o presidente da ACISO – Associação Empresarial Ourém-Fátima, Domingos Neves, iniciou esta quarta-feira, 10 de janeiro, a conferência de Imprensa sobre os resultados e ações de 2017 e ainda as novidades para 2018.

O mesmo responsável sublinhou ainda o facto de “Fátima ser uma marca mundialmente conhecida”, congratulando os “hoteleiros da região que foram capazes de requalificar as suas unidades para responder às exigências dos peregrinos. Fátima conta atualmente com 12 unidades hoteleiras de quatro estrelas”.

Segundo o vice-presidente da ACISO, Alexandre Marto, e de acordo com os dados publicados mensalmente pelo Travel BI do Turismo de Portugal, “se a nossa estimativa estiver correta significa que Fátima em 2017 atingirá 775 mil noites de estrangeiros, 242 mil noites nacionais, colocando o peso nacional nos 25% e algumas nacionalidades como a Polónia e a Itália acima, pela primeira vez, das 100 mil noites observadas em Fátima”, acrescentando que também pela primeira vez “a taxa de ocupação alcançará os 40%, sendo que em 2016 foi de 30%”.

O que traz 2018

No encontro, onde marcaram ainda presença, a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, o presidente da Câmara Municipal de Ourém, Luís Albuquerque, o presidente das ARPT/ERT do Centro de Portugal, Pedro Machado e Jorge Brandão da CCDR Centro, foram divulgadas algumas iniciativas para 2018, como a realização do VI Workshop Internacional de Turismo Religioso que este ano se desenrola em Fátima e Guarda, entre 22 e 24 de fevereiro, com uma novidade incluída: o Turismo da Herança Judaica.

Para já e segundo a ACISO, o evento deverá contar com 700 participantes, 150 hosted buyers, 150 suppliers e 40 expositores. Todos os buyers serão convidados a fazer um tour pelas regiões do Centro, Alentejo e Porto e norte e a visitarem a BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa.

Na calha estão ainda projetos como os Caminhos de Fátima que envolvem a participação de vários municípios e a Rota das Carmelitas (que liga Coimbra a Fátima pelo interior e que em maio deverá estar concluída).

Também Ana Mendes Godinho se mostrou muito satisfeita com os resultados divulgados, reforçando que a “aposta no Turismo Religioso tem sido um trabalho conjunto, na última década” e sublinha que “Fátima foi palco da mensagem de paz pelo Papa Francisco ao mundo”.

A secretária de Estado do Turismo revelou ainda que em abril será lançada uma plataforma online dos Caminhos da Fé, que incluirão os Caminhos de Fátima, os Caminhos de Santiago, a Herança Judaica e os Altares Marianos em Portugal.

 

0

O AHP Tourism Monitors, ferramenta exclusiva de recolha de dados da hotelaria nacional trabalhados mensalmente pela AHP – Associação da Hotelaria de Portugal, dá conta que em setembro de 2017 há a registar o crescimento muito expressivo da taxa de ocupação, em variação homóloga, nos destinos Oeste (mais 9,5 p.p.), Alentejo (mais 7,7 p.p.) e Leiria/Fátima/Templários (mais 6,9 p.p.).

Segundo a mesma ferramenta, no mesmo mês em referência, a taxa de ocupação quarto subiu 2,2 p.p., em comparação com setembro de 2016, atingindo os 88%. Por destinos turísticos, cabe ao Porto (93%), à Madeira e a Lisboa (92%) a maior taxa de ocupação.

O ARR fixou-se nos 101 euros, representando mais 15% do que no período homólogo. Os destinos turísticos Lisboa (mais 27%), Leiria/Fátima/Templários (mais 17%) e Costa Azul (mais 16%) registaram os maiores crescimentos neste indicador.

O RevPAR registou igualmente um crescimento expressivo de 18%, face ao mesmo mês do ano anterior, fixando-se nos 89 euros, com os destinos turísticos Lisboa (124 euros), Algarve (99 euros) e Estoril (93 euros) a registarem os valores de RevPar mais elevados. Em termos de variação, os destinos Oeste (mais 29%), Leiria/Fátima/Templários (mais 28%) e Lisboa (mais 26%) foram os que mais cresceram no mês de setembro de 2017.

Em setembro de 2017, a receita média por turista no hotel obteve um aumento de 13% face a 2016, fixando-se nos 144 euros. Na análise por destinos turísticos, Lisboa foi novamente o destino que mais cresceu, com mais 28% face a setembro de 2016, seguido de Leiria/Fátima/Templários com mais 23% e de Coimbra com mais 21%.

Segundo Cristina Siza Vieira, presidente executiva da Associação da Hotelaria de Portugal, “em termos de taxa de ocupação, estamos a assistir a um grande crescimento de destinos “menos maduros” como o Oeste, Alentejo ou Leiria/Fátima/Templários e que este mês registaram subidas entre os 7 e os 10 p.p. e fecharam o mês a rondar os 80%. Destaque também para o ARR, cuja subida acompanhou a maior procura, em todos os destinos. De assinalar, neste indicador, o destino turístico Lisboa com um crescimento de 28%. No RevPar, as grandes subidas verificaram-se em todas as categorias de hotéis e em todos os destinos, com destaque para o Oeste (29%) e Leiria/Fátima/Templários (28%).”

 

0

A ACISO – Associação Empresarial de Ourém Fátima já está na Coreia do Sul numa missão empresarial, que conta com a participação de 13 portuguesas e que irá decorrer, amanhã e sexta-feira, 7 e 8 de setembro.

“Apesar da tensão que se vive na região, a ACISO manteve a decisão de levar a cabo esta missão. Perante os últimos desenvolvimentos verificados na Península da Coreia faz ainda mais sentido esta iniciativa, uma vez que a mensagem de Fátima assenta em valores ecuménicos da paz”, adianta Domingos Neves, presidente da ACISO.

Esta missão, organizada com o apoio da AICEP, do Turismo de Portugal e da Agência Regional de Promoção Turística Centro, inclui a realização de um Workshop destinado a profissionais do setor do Turismo, membros da Igreja e organizadores de viagens de peregrinação, no qual as empresas do concelho de Ourém terão a oportunidade de contactar com mais de 80 operadores turísticos e agentes do setor.

A ACISO irá ainda promover Fátima num seminário que contará com as presenças da Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho; Pedro Machado, presidente da ARPT Centro e Domingos Neves, presidente da ACISO; bem como alguns oradores coreanos que irão partilhar a sua experiência junto do mercado português.

Durante o seminário será também apresentado, pela primeira vez, um filme em realidade virtual 360º sobre Fátima e alguns dos momentos mais emblemáticos, nomeadamente a Procissão de Velas e a Procissão do Adeus. O visionamento local conta com o apoio da Samsung, que disponibilizará óculos realidade virtual e smartphones.

A ACISO irá ainda lançar o Diretório de Turismo Religioso do Centro de Portugal, em formato digital, produzido pela ACISO, com o apoio do Turismo do Centro de Portugal. “Este diretório não pretende ser um levantamento do património religioso, nem um guia turístico, mas um levantamento de empresas que operam na área – é, portanto, um diretório empresarial para distribuição junto de operadores especializados”, explica Domingos Neves.

0

A ACISO – Associação Empresarial de Ourém Fátima organiza uma missão empresarial à Coreia do Sul nos próximos dias 7 e 8 de setembro, com a participação de 13 empresas portuguesas. Uma missão que conta com o apoio da AICEP, do Turismo de Portugal e da Agência Regional de Promoção Turística Centro, e que inclui a realização de um workshop destinado a profissionais do setor do Turismo, membros da Igreja e organizadores de viagens de peregrinação, no qual as empresas do concelho de Ourém irão ter a oportunidade de contactar com operadores turísticos e agentes do setor. A ACISO já tem a confirmação da participação de 85 coreanos no workshop.

Domingos Neves, presidente da Associação, refere que “a promoção de Portugal enquanto destino de turismo religioso e a região de Fátima em particular, junto dos vários mercados internacionais, é uma das prioridades da ACISO e uma das apostas para este ano. Neste sentido, iremos estar na Coreia do Sul na próxima semana, uma vez que este é o terceiro mercado internacional de Fátima (dados do INE de 2015), ultrapassando as 40 mil noites. Para este ano, estimamos que este mercado represente 60 mil noites”.

A ACISO irá ainda promover Fátima num seminário que contará com as presenças da Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho; Pedro Machado, presidente da ARPT Centro e Domingos Neves, presidente da ACISO; bem como alguns oradores coreanos que irão partilhar a sua experiência junto do mercado português.

Durante o seminário será também apresentado, pela primeira vez, um filme em realidade virtual 360º sobre Fátima e alguns dos momentos mais emblemáticos, nomeadamente a Procissão de Velas e a Procissão do Adeus. O visionamento local conta com o apoio da Samsung, que disponibilizará óculos realidade virtual e smartphones.

A ACISO irá ainda lançar o Diretório de Turismo Religioso do Centro de Portugal, em formato digital, produzido pela ACISO, com o apoio do Turismo do Centro de Portugal.

“Este diretório não pretende ser um levantamento do património religioso, nem um guia turístico, mas um levantamento de empresas que operam na área – é, portanto, um diretório empresarial para distribuição junto de operadores especializados”, explica Domingos Neves.

0

O Centro de Portugal voltou a ser a região de turismo do país que mais cresceu em maio deste ano, confirmando a tendência do mês anterior. O crescimento é notório em todos os indicadores, de acordo com o relatório mensal da atividade turística, publicado pelo INE. A visita do Papa Francisco, por ocasião do Centenário das Aparições de Fátima, deu um forte impulso aos números e ajudou a colocar a região como líder do aumento da procura pelo país.

O destaque maior dos números do INE vai para o aumento das dormidas em hotelaria. Em maio, observaram-se aumentos das dormidas em quase todas as regiões do país, mas foi o Centro a liderar: em relação a maio de 2016, verificaram-se nesta região mais 87 mil dormidas, de 428 mil para 515 mil, o que significa um crescimento de 20,3%. Seguem as regiões dos Açores (mais 20,1%), Alentejo (mais 18,5%) e Norte (mais 9,9%).

As dormidas de visitantes estrangeiros merecem um destaque especial, uma vez que subiram 32% (para 295 mil) em relação a maio de 2016. Já as dormidas de nacionais progrediram 7,6%, para 220 mil. Números que indicam, sem qualquer dúvida, que o Centro de Portugal é cada vez mais uma opção para os turistas que chegam de fora do país.

Se tivermos em conta os meses entre janeiro e maio, verificamos que as dormidas no Centro aumentaram 15,3% (para 1,8 milhões), em relação ao mesmo período do ano passado. Um grande incremento, para o qual os estrangeiros deram o principal contributo, com mais 28,1% nestes cinco meses. Os residentes, enquanto isso, subiram 6,4%.

Outro número muito relevante é o de total de hóspedes. Em maio, este número cresceu 14,72% no Centro, para 296.388 – quase 300 mil hóspedes pernoitaram nos hotéis da região!

Importa também referir a clara evolução nas receitas provocadas pelo aumento da procura. Todas as regiões do país apresentaram aumentos nos proveitos, mas a maior evidência é no Centro: mais 27,4% nos proveitos totais, para 25,8 milhões de euros, e mais 35,1% nos proveitos de aposento.

A estada média baixou em maio em quase todo o país. O Centro destoou pela positiva, sendo a principal exceção: com uma estada média de 1,74 noites em maio, face a 1,66 noites do mesmo mês do ano passado, aumentou 4,9%.

Finalmente, o Centro destaca-se também no indicador do rendimento médio por quarto disponível, que cresceu 37,6%.

 

0

A visita do Papa a Fátima, em maio, gerou um crescimento de 7,51% entre 9 e 15 de maio, quando comparado com o mesmo período de 2016, com o valor das vendas estimado em 4,5 milhões em alojamento este ano e uma ocupação de 100% na noite de 12 de maio. Os dados foram pela ACISO – Associação Empresarial de Ourém Fátima a 11 de julho, numa sessão de balanço das ações desenvolvidas durante o primeiro semestre de 2017, que contou com a presença do Presidente da Entidade de Turismo do Centro, Pedro Machado, o Presidente do Município de Ourém, Paulo Fonseca, o Vice-presidente da ACISO, Alexandre Pereira e o vogal da CCDR Centro, Jorge Brandão.
No comércio verificou-se também um aumento médio de 53% nas vendas face ao mesmo período em 2016. Sendo os mercados mais importantes Espanha, Portugal, Brasil, Itália, Coreia do Sul e Inglaterra.
A região do Centro-Ourém está posicionada em terceiro lugar a nível nacional de número de hotéis. Lisboa ocupa a primeira posição e o Norte, o segundo lugar da tabela. Ourém tem 43 hotéis, valor referente ao ano de 2015.
Ao longo dos anos tem sido crescente a procura pelo Turismo da região e a tendência será continuar a crescer. Fátima é considerado um destino de crescimento com um total de 727,904 dormidas por mercados (Estrangeiro, Portugal, Espanha, Itália, Coreia do Sul, França, Polónia).
Durante o primeiro semestre do ano, em termos de ações desenvolvidas destacam-se o Roadshow Colômbia e suportes promocionais que incluíram a realização de dois vídeos para promover Fátima by day e by night, um Workshop internacional de Turismo Religioso e a ExpoCatólica no Brasil.
Nesta sessão de balanço a ACISO partilhou ainda, o caminho e as ações que irá desenvolver nos próximos meses. Workshops no México, Brasil e Coreia, Press trip aos EUA e ainda Expo Católica no México, são apenas algumas que farão parte dos projetos da associação.
O Workshop à Coreia do Sul já tem data marcada e será no dia 8 de setembro, direcionado a profissionais do setor do Turismo, membros da Igreja e organizadores de viagens de peregrinação.
Com o objetivo de reforçar a competitividade e internacionalização da economia regional, esta ação é apoiada pelo Programa Centro 2020 – Programa Operacional Regional do Centro, Portugal 2020 e Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, que apresenta um investimento elegível de 310.746.97€.

0

A TAP vai batizar uma das suas aeronaves para marcar os 100 anos das Aparições de Fátima e a visita do Papa Francisco a Portugal. Será precisamente “Fátima” o nome de um dos novos Embraer 195 que a TAP irá receber este ano e que será integrado na frota regional da Companhia.

Enquanto Companhia aérea de Portugal e dos portugueses, a TAP junta-se, desta forma, à celebração do centenário das Aparições, num momento de grande projeção internacional, em que o país recebe o Sumo Pontífice e visitantes oriundos de várias partes do mundo. À margem desta data em particular, Fátima recebe, atualmente, seis milhões de visitantes por ano, sendo um dos mais importantes destinos de turismo religioso no mundo.

Esta é mais uma iniciativa da TAP no âmbito do projeto “Abraçar Portugal”, apresentado no 72º aniversário da Companhia, a 14 de março deste ano. Na altura, a TAP anunciou o batismo de toda a frota ao serviço da TAP Express com o nome dos 18 distritos e das duas regiões autónomas portuguesas, assumindo-se como promotora do país e das suas regiões.

A marca TAP Express veio substituir a marca PGA – Portugália no dia 27 de março do ano passado, sendo lançado, em simultâneo, o serviço da Ponte Aérea entre o Porto e Lisboa. A respetiva frota integra, atualmente, nove Embraer 190 e oito ATR 72-600, sendo esperados quatro novos Embraer 195 ao longo do ano, que deverão entrar em operação já a partir deste verão.

0

 

Os grandes eventos têm um impacto significativo em destinos de todo o mundo. Mas, ao mesmo tempo, representam um desafio em termos capacidade de alojamento e hospitalidade e a visita do Papa Francisco ao Santuário de Fátima não é exceção.

Durante a semana de 8 a 13 de maio, o número de hóspedes que vão chegar a Fátima para se alojarem com anfitriões Airbnb vai ser 10 vezes superior ao registado na mesma semana do ano passado, além de representar um crescimento de 150% face à semana passada. O Papa Francisco apenas vai estar em Portugal entre 12 e 13 de maio e essa noite baterá o recorde de hóspedes em toda a história da plataforma Airbnb na cidade de Fátima.

O atual número de anfitriões de Fátima na plataforma Airbnb duplicou em relação ao início do mês março, o que sugere que há anfitriões na cidade a registarem-se para obterem um rendimento extra para melhorar a sua economia familiar.

Fátima recebe, todos anos, peregrinos de todo o mundo. Os principais países estrangeiros de origem dos viajantes que mais reservaram alojamento pela Airbnb para esta semana são os EUA, Brasil, Canadá e França. Os portugueses também estão no topo das nacionalidades dos hóspedes que utilizam a plataforma para passar a noite em Fátima e assistir à visita do Papa.

Ricardo Macieira, Country Lead Airbnb, afirma que “A Airbnb tem um longo historial de apoio às comunidades em grandes eventos. Os anfitriões abrem as suas portas aos visitantes e proporcionam experiências únicas. Além disso, a maioria dos anfitriões na Airbnb partilha a sua própria casa, tendo a possibilidade de beneficiar dos impactos económicos proporcionados pelos grandes eventos”.

As notícias mais recentes indicam que a capacidade de alojamento instalada em Fátima e na sua área de influência está praticamente reservada a 100%, demonstrando que a visita do Papa vai ter um grande impacto no turismo religioso em Portugal e que a Airbnb é uma alternativa válida de alojamento para os milhares de viajantes que vêm assistir à visita do Papa Francisco.

0

Arrancou ontem, em Fátima, o 5º Workshop Internacional de Turismo Religioso, uma iniciativa que reuniu mais de 700 profissionais do setor no Centro Pastoral de Paulo VI e que teve o seu ponto alto no seminário subordinado ao tema “Dando as boas vinda ao Papa: o turismo e os grandes eventos religiosos”.

A organização admite o êxito da iniciativa: “Conseguimos pôr de pé aquele é já hoje considerado o maior evento para profissionais de Turismo Religioso”, refere Domingos Neves, presidente da ACISO – Associação Empresarial de Ourém-Fátima. Segundo o mesmo responsável, “o reconhecimento do Turismo Religioso como produto estratégico para a promoção de Portugal é o culminar de uma luta de muitos anos”.

No primeiro painel de oradores, especialistas na organização de grandes eventos religiosos, como o francês Patrick Vinuales do Hotels Vinuales, em Lourdes, ou Symon Gatlik do Munícipio de Cracóvia, apresentaram na primeira pessoa casos de sucesso que criaram um efeito turístico local positivo a longo prazo. O impacto de grandes peregrinações e a organização de eventos como as Jornadas Mundiais da Juventude são exemplo de um trabalho de cooperação local com impacto mundial. Ambos reforçaram que parte da receita do sucesso do Turismo Religioso nos seus países passa por associar a experiência espiritual com o património e conhecimento seculares.

No segundo painel, o grande foco foi para a segurança, com a presença do capitão Carlos Canatário, da GNR, e o comandante Mário Silvestre da ANPC. O Capitão Carlos Canatário referiu que, para o centenário e a vista do Papa Francisco, a GNR terá com uma política de comunicação “clara, atempada e direcionada aos diferentes públicos”. No que diz respeito à segurança rodoviária, fez referência “às vias alternativas para chegar a Fátima: as estradas nacionais”, prevenindo assim o engarrafamento da autoestrada. Quanto ao estacionamento, afirmou que “fora da Cova da Iria e em torno da cidade de Fátima estão a ser preparadas várias bolsas de estacionamento”. Entre os dias 11 e 13 de maio o trânsito será condicionado, havendo mesmo momentos em que estará totalmente encerrada a circulação na Cova da Iria, pelo que é importante que as entidades e comércio local estejam antecipadamente preparadas e abastecidas.

A intervenção do comandante Mário Silvestre, da ANPC, seguiu também pela segurança, mas do ponto de vista da prestação de socorro e assistência, referindo mesmo o estado débil e suscetível em que muitos peregrinos chegam a Fátima. Neste sentido, há um plano alargado de apoio que estará na rua entre 5 e 21 de maio, atingido o seu auge de intensidade nas datas de 12 e 13 de maio. A operação para as comemorações do Centenário de Fátima e a visita do Papa Francisco irá contar com um corpo de 565 operacionais e está organizada em três níveis de ação: o nível um ligado à prevenção de situações de perigo e confusão, o nível dois centrado em toda a afluência de peregrinos nos dias 12 e 13 de maio, e o nível três, de caracter sigiloso, dedicado a situações excecionais. Dentro e fora cidade de Fátima haverá pontos estratégicos de atuação para prestar todo o apoio necessário nos dias de maior afluência.

No final da manhã, a Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, referiu que atualmente, em Portugal, o turismo representa “17% das exportações totais de bens e serviços e 49% da exportação de serviços”, sendo o Turismo Religioso uma forte aposta no combate à sazonalidade do setor. A Secretária de Estado do Turismo fechou a sua intervenção com um apelo á união: “Saibamos aproveitar estas oportunidades, deitemos abaixo os preconceitos para comunicar o bem comum.”
Após o seminário, os trabalhos do 5º Workshop Internacional de Turismo Religioso prosseguiram para as reuniões business to business entre hosted buyers e operadores turísticos nacionais. Para encerrar o primeiro dia de trabalhos, o Turismo Centro Portugal, juntamente com a Câmara de Municipal de Alcobaça ofereceram a todos os participantes do 5º WITR um jantar nos espaços de um edifício que para além de histórico, é Património Mundial da UNESCO, o Mosteiro de Alcobaça.

0

De acordo com Pedro Machado, presidente da Entidade Regional de Turismo do Centro de Portugal, “foi com enorme satisfação e regozijo que recebemos hoje a confirmação através de comunicado da Presidência da República, da deslocação do Papa Francisco a Fátima, nos dias 12 e 13 de maio de 2017, no âmbito do Centenário das Aparições”.

A Turismo Centro de Portugal associa-se a este evento através de todo um conjunto de ações a realizar, nomeadamente e em particular, a produção de um vídeo promocional sobre o produto “Turismo Religioso”, estratégico para o Centro de Portugal, e que, no âmbito de uma parceria com o grupo Solférias, irá ser transmitido nos voos charter que a TAP organiza para várias cidades do Brasil, no período de Natal e de Fim de Ano, pretendendo atingir milhares de passageiros.

O referido vídeo será oficialmente apresentado em Fátima, na quinta-feira, dia 22 de dezembro, altura em que será igualmente assinado um protocolo de colaboração entre a Turismo Centro de Portugal e a ACISO – Associação Empresarial Fátima-Ourém.

Por esta ocasião, serão conhecidas todas as medidas e atividades a desenvolver e a implementar com vista à promoção conjunta do projeto “Fátima 2017 – Ações para consolidar uma marca”.