Marcelo diz que é preciso assegurar que não estamos perante um epifenómeno

Marcelo diz que é preciso assegurar que não estamos perante um epifenómeno

0

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirma que “2016 é um ano histórico para o Turismo português”. Numa mensagem escrita enviada ao 28° Congresso da Associação da Hotelaria de Portugal (AHP), lida aos hoteleiros presentes pela presidente executiva da AHP, Cristina Siza Vieira, o chefe de Estado avança, em forma de apelo, que “os números que conhecemos são francamente positivos, mas o mais importante é assegurar que não se trata de um epifenómeno, fortalecendo as bases para um crescimento a ritmo forte e sustentado em todo o território nacional e em todas as épocas do ano”.
Segundo o Presidente o sucesso continuo do turismo em Portugal sobretudo por cinco factores de diferenciação, “na qualidade, na formação, na inovação, na promoção do património natural e cultural”.
Para Marcelo Rebelo de Sousa “o desafio da subida na cadeia de valor e da reinvenção deste setor passa por funcionarmos melhor em rede, em sinergia com outros setores da economia e sociedade e com uma visão estratégica para o turismo e para a cultura, não só devido ao peso crescente do turismo no Produto Interno Bruto e nas exportações, mas também pelo efeito na autoestima do povo e no maior orgulho nos produtos e serviços feitos em Portugal”.
Na sua opinião e tendo em conta a fase positiva que o Turismo atravessa, o responsável considera que o setor deverá estar “confiante no futuro” e sentir “uma responsabilidade acrescida para que o aumento da receita se traduza em melhoria contínua na gestão, na formação e ainda melhor serviço”.
Referindo-se ao arquipélago anfitrião do Congresso Nacional da Hotelaria e Turismo, Marcelo Rebelo de Sousa disse que “os Açores são um exemplo do potencial do turismo de Natureza” pela inolvidável “beleza paradisíaca das suas ilhas”, sem deixar de enaltecer ainda que as “outras regiões de turismo do país possuem, todas, enorme potencial que está a ser aproveitado”, o que faz valorizar “os atributos que são reconhecidos internacionalmente na arte de bem receber”.
Pegando no tema do congresso, dedicado a ‘Portugal, Vocação Atlântica’, o Presidente da República enalteceu que este é “seguramente, bem apropriado à região, uma vez que o arquipélago dos Açores é hoje um destino de eleição, descoberto por cada vez mais turistas nacionais e estrangeiros, pela beleza natural e por todos os atributos da região e das suas gentes”. Por outro lado, refere ainda que “Portugal com a zona económica exclusiva e a plataforma continental que chega aos Açores e à Madeira, não deixou nunca de ter, de facto, uma vocação atlântica: europeia, africana, americana, com portugueses espalhados por vários continentes e tantos países que acolhem que acolhem o nosso povo”.

* A Viajar Magazine nos Açores a convite da AHP

Artigos Relacionados:

Raul Martins: “O país precisa de mais eventos como o Web Summit”

AHP prepara-se para lançar plataforma de reservas hoteleiras nacional

Hotéis não aderem à lei que permite dispensa de estrelas

Neeleman recorda urgência do Montijo até para estacionamento de aeronaves

 

SEM COMENTÁRIO

Leave a Reply