TAP passa a permitir alterações de reservas sem custos adicionais

por Sílvia Guimarães

A Transportadora Aérea Nacional alterou a sua política de flexibilidade, a partir desta quarta-feira, 1 de dezembro. A TAP passa, assim, a permitir que os seus passageiros alterarem um voo, sem custos adicionais, seja qual for a tarifa comprada.

O anúncio foi feito esta manhã, no decorrer do 46º Congresso APAVT, por Silvia Mosquera, CCRO da TAP . “Pensamos que isso é que temos de dar aos nossos clientes devido às circunstâncias que vivemos de incerteza total”, disse a administradora com a responsabilidade comercial da TAP.

Para enfrentar a necessidade de alteração de planos, é possível reservar viagens até 28 de fevereiro de 2022 e os passageiros podem mudar a data, destino ou deixar o bilhete em aberto.

A taxa de alteração é assim gratuita, e não há limite de alterações, mas as diferenças tarifárias serão aplicadas, se existirem. Os bilhetes têm de cumprir as regras mencionadas e têm de ser reemitidos até 28 de fevereiro de 2022. A reserva do voo tem também de ser cancelada antes da data do voo original. A flexibilidade não será válida nos casos em que já tenha havido falta de comparência ao voo. Para bilhetes emitidos até dia 30 de novembro, mas com viagens entre 28 de novembro e 15 de janeiro de 2022, a flexibilidade de reserva é também válida.

A flexibilidade de alteração de reservas é então válida para todas as tarifas TAP (incluindo Discount), as novas datas de viagem terão que cumprir a data de validade do bilhete e é válida apenas para Tarifas TAP. É ainda válida para bilhetes emitidos no âmbito do programa TAP Corporate  e TAP Miles&Go. As alterações realizadas em outros canais que não o site e app oficiais da TAP poderão ter taxas ou custos associados.

(notícia atualizada a 3 de dezembro às 13:11)

*A VIAJAR MAGAZINE encontra-se no 46º Congresso APAVT a convite da associação

Artigos relacionados:

Agências de viagens dizem ser “urgente” receberem apoios até à Páscoa

CTP defende que Rita Marques deve continuar como secretária de Estado do Turismo

Pedro Costa Ferreira defende que sem a TAP será difícil o desenvolvimento dos mercados longínquos

Presidente da República afirma que partidos se devem pronunciar sobre aeroporto, TAP, SATA e ferrovia de alta velocidade

Francisco Calheiros distinguido com Medalha de Ouro

“As agências são a chave para a recuperação da TAP”

ANA afirma que recuperação aeroportuária está em bom andamento e novo aeroporto é crucial

SATA confiante na aprovação do seu plano de reestruturação

DECO anuncia novo serviço que irá ajudar agências de viagens a reforçar a confiança dos consumidores

“Não vale a pena termos um novo aeroporto se não tivermos a TAP”, alerta Siza Vieira

Apoios ao setor devem continuar até à Páscoa insiste APAVT

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here